Mosteiro de Samye

Descrição

Esta vista distante do mosteiro de Samye (também encontrado como Sam-ye ou Sam-yai, em outras fontes) pertence a uma coleção de 50 fotografias do Tibete central, adquiridas em 1904 da Sociedade Geográfica Imperial Russa, em São Petersburgo, pela Sociedade Geográfica Americana. Ao centro, dentro das paredes mobiliadas com pequenos chortens (ou ch'ortens), está o Tsug-la-k'an (nome também visto como Tsug-lha-khang), ou casa do topo dourado, o principal templo do mosteiro. Em seu artigo “Jornada a Lhasa”, G.Ts. Tsybikov escreveu: “O mosteiro de Sam-yai está à margem esquerda do Brahmaputra, 107 quilômetros a sudeste de Lhasa. Ele é o mais antigo do Tibete, tendo sido fundado no século IX. Seu sume (templo) de cinco andares, em estilo tanto tibetano quanto indiano, é sua principal atração”. Em O budismo do Tibete ou lamaísmo (1899), L.A. Waddell escreve: “Sam-yas . . . [foi] o primeiro mosteiro fundado no Tibete. . . Seu título completo é ‘Sam-yas Mi'gyur Lhun-gyis grub-pai tsug-lug K'han’ ou ‘A academia para a obtenção da pilha da meditação imutável’. [. . .] Parte do edifício original permanece. O mosteiro, que contém um grande templo, quatro grandes escolas e várias outras construções, está cercado por uma alta muralha circular de cerca de dois quilometros e meio de circunferência, com portões voltados para os pontos cardinais, e no topo da muralha há vários chaityas votivos de tijolos, contados pelo explorador Nain Singh como 1030, e parecendo estar cobertos de inscrições em caracteres indianos antigos”. As fotografias desta coleção foram tiradas por dois lamas budistas mongóis, G.Ts. Tsybikov e Ovshe (O.M.) Norzunov, que visitaram o Tibete em 1900 e 1901. Acompanham as fotos um conjunto de notas escritas em russo para a Sociedade Geográfica Imperial Russa, de Tsybikov, Norzunov e outros mongóis familiarizados com o Tibete central. Alexander Grigoriev, membro correspondente da Sociedade Geográfica Americana, traduziu as notas do russo para o inglês em abril de 1904.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Samye Monastery

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia; 5,5 x 8,5 polegadas

Referências

  1. G.G. Tsybikoff [G.Ts. Tsybikov], “Journey to Lhasa” in The Geographical Journal, vol. 23, no. 1 (1904).
  2. L.A. Waddell, The Buddhism of Tibet or Lamaism (London: Luzac & Co, 1899).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de março de 2016