Lhasa, Yu-tog zamba, uma ponte na entrada de Lhasa

Descrição

Esta fotografia, que mostra Yu-tog zamba, uma ponte de pedra na entrada de Lhasa, pertence a uma coleção de 50 fotografias do Tibete central, adquiridas em 1904 da Sociedade Geográfica Imperial Russa, em São Petersburgo, pela Sociedade Geográfica Americana. A ponte (que é chamada de Yutok jampa e Ponte Yu-tok em outras fontes) está localizada no caminho de Lhasa até Potala (o palácio do Dalai Lama). Ela é coberta por telhas azuis vidradas, mas o nome significa “ponte do teto de turquesa”. Em Jornada a Lhasa e ao Tibete central (1902), Sarat Chandra Das descreve a Yu-tog zamba como “uma curta ponte de pedra com um portão onde fica um guarda comandado por um lama, examinando todos os passantes e certificando-se dos objetivos da visita de cada um deles à cidade”. As fotografias desta coleção foram tiradas por dois lamas budistas mongóis, G.Ts. Tsybikov e Ovshe (O.M.) Norzunov, que visitaram o Tibete em 1900 e 1901. Acompanham as fotos um conjunto de notas escritas em russo para a Sociedade Geográfica Imperial Russa, de Tsybikov, Norzunov e outros mongóis familiarizados com o Tibete central. Alexander Grigoriev, membro correspondente da Sociedade Geográfica Americana, traduziu as notas do russo para o inglês em abril de 1904.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Lhasa, Yu-tog zamba, a Bridge at the Entrance to Lhasa

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia; 5,5 x 8,5 polegadas

Referências

  1. A-K's Plan of Lhasa (1878): http://collections.lib.uwm.edu/u?/tibet,107
  2. Rockhill’s Plan of Lhasa (1891):http://collections.lib.uwm.edu/u?/tibet,108
  3. Waddell's Plan of Lhasa (1904): http://collections.lib.uwm.edu/u?/tibet,110
  4. S.C. Das, Journey to Lhasa and Central Tibet (London: John Murray, 1902).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de março de 2016