Lhasa, residência do oráculo do Governo

Descrição

Esta fotografia de Na-ch'un, a residência do oráculo do Governo em Lhasa, pertence a uma coleção de 50 fotografias do Tibete central adquiridas em 1904 da Sociedade Geográfica Imperial Russa, em São Petersburgo, pela Sociedade Geográfica Americana. Do lado esquerdo da fotografia está o mosteiro de Drepung. Em O budismo do Tibete ou lamaísmo (1899), L.A. Waddell escreve: “No Tibete, cada mosteiro ortodoxo, mesmo os das seitas mais reformadas, mantém ou apadrinha um oráculo, consultando-o e seguindo seus ditames no que diz respeito à maior parte dos assuntos; há alguns claustros próximos a Lhasa especialmente dedicados à instrução nesta arte. São eles Moru, Ramo-c'he e Kar-mas'a. Os principais oráculos são chamados ‘defensores da fé’ (ch'osskyon), e o que ocupa o posto mais alto dentre eles, a saber, Na-ch'un, é o oráculo do governo, sendo consultado no que diz respeito a todas as ocasiões e decisões importantes para o Estado”. As fotografias desta coleção foram tiradas por dois lamas budistas mongóis, G.Ts. Tsybikov e Ovshe (O.M.) Norzunov, que visitaram o Tibete em 1900 e 1901. Acompanham as fotos um conjunto de notas escritas em russo para a Sociedade Geográfica Imperial Russa, de Tsybikov, Norzunov e outros mongóis familiarizados com o Tibete central. Alexander Grigoriev, membro correspondente da Sociedade Geográfica Americana, traduziu as notas do russo para o inglês em abril de 1904.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Lhasa, Residence of the State Sorcerer

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia; 5,5 x 8,5 polegadas

Referências

  1. L.A. Waddell, The Buddhism of Tibet or Lamaism (London: Luzac & Co, 1899).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de março de 2016