Eremitério Yarba Ritod

Descrição

Esta fotografia mostra os edifícios espalhados e isolados do eremitério Yarba Ritod, localizado ao longo da rota de Lhasa até o mosteiro de Gah-Idan (ou Gah-Dan). Acredita-se que o famoso professor, filósofo e guru budista Padma Sambhava tenha vivido em uma caverna no interior do eremitério, por algum tempo. Em Jornada a Lhasa e ao Tibete central (1902), Sarat Chandra Das escreve: “Chegamos até a cela de Padma Sambhava, próxima à qual há uma capela chamada Upper Lha-khandg de Shetag. O zelador nos levou até uma pesada porta sob uma enorme rocha; ao destrancá-la, entramos na caverna que contém o mais sagrado templo da seita Nyingma. Ali, eu vi um relicário de prata em que se mantém a imagem de prata do santo, representando-o como um garoto de doze anos. Havia um prato diante da imagem cheio de anéis, brincos, turquesas, pedaços de âmbar e moedas de ouro e prata, que eram as oferendas dos peregrinos.” A fotografia pertence a uma coleção de 50 fotografias do Tibete central, adquiridas em 1904 da Sociedade Geográfica Imperial Russa, em São Petersburgo, pela Sociedade Geográfica Americana. As fotografias desta coleção foram tiradas por dois lamas budistas mongóis, G.Ts. Tsybikov e Ovshe (O.M.) Norzunov, que visitaram o Tibete em 1900 e 1901. Acompanham as fotos um conjunto de notas escritas em russo para a Sociedade Geográfica Imperial Russa, de Tsybikov, Norzunov e outros mongóis familiarizados com o Tibete central. Alexander Grigoriev, membro correspondente da Sociedade Geográfica Americana, traduziu as notas do russo para o inglês em abril de 1904.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Yarba ritod Hermitage

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia; 5,5 x 8,5 polegadas

Referências

  1. S.C. Das, Journey to Lhasa and Central Tibet (London: John Murray, 1902).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de março de 2016