Mulheres tibetanas

Descrição

“Mulheres tibetanas” pertence a uma coleção de 50 fotografias do Tibete central, adquiridas em 1904 da Sociedade Geográfica Imperial Russa, em São Petersburgo, pela Sociedade Geográfica Americana. A fotografia mostra duas mulheres tibetanas da classe baixa, andando descalças e carregando peso nas costas. W.W. Rockhill, em sua edição de 1890 de Tibete, afirma: “As mulheres tibetanas são robustas; os homens, fracos. Pode-se frequentemente ver mulheres realizando os serviços de corveia, de obrigação do povo, no lugar de seus maridos. Como consequência (do porte físico superior das mulheres), três ou quatro irmãos frequentemente se casam com uma mesma mulher, e se nascem filhos, eles escolhem os que preferem e os dividem entre si. A mulher que está apta a viver com três ou quatro irmãos é chamada por todos de ‘a belle’, porque sabe como gerenciar toda uma família”. As fotografias desta coleção foram tiradas por dois lamas budistas mongóis, G.Ts. Tsybikov e Ovshe (O.M.) Norzunov, que visitaram o Tibete em 1900 e 1901. Acompanham as fotos um conjunto de notas escritas em russo para a Sociedade Geográfica Imperial Russa, de Tsybikov, Norzunov e outros mongóis familiarizados com o Tibete central. Alexander Grigoriev, membro correspondente da Sociedade Geográfica Americana, traduziu as notas do russo para o inglês em abril de 1904.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Tibetan Women

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia; 5,5 x 8,5 polegadas

Referências

  1. W.W. Rockhill, Tibet (London: Royal Asiatic Society, 1890).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de março de 2016