Um mendigo baluque, “Dato Obolum Belisario”

Descrição

Esta fotografia de um homem baluque de idade (o Baluquistão é uma região que corresponde atualmente ao sul do Paquistão e sudeste do Irã) pertence a um álbum de fotografias históricas raras retratando pessoas e lugares associados à Segunda Guerra Anglo-Afegã. A despeito do título, não está claro se o homem é realmente um mendigo ou, talvez mais provavelmente, um faquir ou dervixe sufi que seria como um homem santo e viveria apenas à base de doações. Ele usa um par de botas gastas, um longo casaco acolchoado e um xale de lã, bem como contas de oração ao redor do pescoço. Em seu colo há um kashkul, isto é, uma tigela ou pote para receber doações de alimentos, simbolizando o esvaziamento do ego do sufi por meio da renúncia dos bens e aspirações materiais. A citação latina na legenda, “Dato Obolum Belisario”, refere-se à lenda de Belisário, um soldado romano reduzido à mendicância após o Imperador Justiniano ordernar que seus olhos fossem arrancados. A história se tornou popular na Idade Média e, mais tarde, veio a ser o tema de um romance, escultura e pinturas, incluindo uma obra de Jacques-Louis David em 1781. A Segunda Guerra Anglo-Afegã começou em novembro de 1878, quando a Grã-Bretanha, temendo o que era visto como uma crescente influência russa sobre o Afeganistão, invadiu o país pela Índia Britânica. A primeira fase da guerra terminou em maio de 1879, com o Tratado de Gandamak, que permitiu aos afegãos manterem a soberania interna, porém forçando-os a ceder aos britânicos o controle sobre sua política externa. Os confrontos recomeçaram em setembro de 1879, após uma rebelião antibritânica em Cabul, e, finalmente, terminaram em setembro de 1880 com a decisiva Batalha de Kandahar. O álbum inclui retratos de líderes britânicos e afegãos, de militares e de cidadãos afegãos comuns; além de imagens de acampamentos militares britânicos, atividades, estruturas, paisagens, cidades e vilas. Todos os locais fotografados se encontram dentro das fronteiras dos atuais Afeganistão ou Paquistão (que era parte da Índia britânica, naquela época). Cerca de um terço das fotografias foi tirado por John Burke (entre 1843 e 1900, aproximadamente); um outro terço, por Sir Benjamin Simpson (1831 a 1923) e o restante por vários outros fotógrafos. Algumas das fotografias não indicam o nome do fotógrafo. O álbum possivelmente foi compilado por algum membro do governo da Índia britânica, mas isso ainda não foi confirmado. Não se sabe como ele chegou até a Biblioteca do Congresso.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

A Biluch Beggar - "Dato Obolum Belisario"

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica em um álbum: albúmen

Referências

  1. “From Kabul to Kandahar 1833–1933 (Part Two),” Royal Geographical Society, http://www.rgs.org/NR/rdonlyres/BC78A2EE-13FD-470E-9B9B-F7B337BA3DE1/0/FromKabultoKandaharParttwofinal.pdf.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016