Mansão Gribushin, Construída por volta de 1900, Perm', Rússia

Descrição

Esta vista da Casa Gribushin, no número 13 da Rua Pokrovskaia (agora Lenin), em Perm', foi tirada em 1999 pelo Dr. William Brumfield, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro das Fronteiras", da Biblioteca do Congresso. Fundada na década de 1720 como colônia de uma fábrica, na parte central do Rio Kama, Perm' (assim chamada em 1781) é uma das maiores cidades russas. Antes da Revolução de 1917, a cidade foi o centro de uma grande e próspera comunidade de comerciantes, da qual os Gribushins foram umas das famílias mais proeminentes. A riqueza dos Gribushins baseava-se na venda de chá e açúcar, bem como de imoveis. Em 1907, Sergei M. Gribushin contratou o arquiteto Aleksandr B. Turchevich para construir esta mansão de 18 quartos num estilo exuberante, que incluia elementos de Art Nouveau e ecletismo. A fachada principal é marcada por pilastras, culminadas por máscaras femininas. A esposa de Gribushin herdou a casa após a morte do marido, em 1915, e a família imigrou após a Revolução de 1917. Em 1922, a estrutura foi convertida em um hospital infantil, mas muito do trabalho decorativo em gesso foi preservado, tanto no interior como no exterior da estrutura. A mansão passou por uma minuciosa restauração em 1987-95, e agora serve como escritório para a Academia Russa de Ciências, Divisão dos Urais.

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016