Obra sobre trigonometria

Descrição

Esta obra é um tratado sobre trigonometria de Li Madou, o nome chinês do jesuíta italiano Matteo Ricci (1552 a 1610). Ricci iniciou sua viagem à China em 1581 e chegou em Macau em 1582. Junto de Luo Mingjian (Michele Ruggieri, 1543 a 1607), ele começou sua missão em Zhaoqing, na província de Guangdong, onde publicou seu Wan guo yu tu (Mapa de 10.000 países), que foi bem recebido por estudiosos chineses. Ele foi expulso de Zhaoqing e rumou para Jiangxi, onde, em 1596, virou o chefe da missão. Ele viveu em Pequim de 1600 até sua morte. Em reconhecimento por suas habilidades científicas, principalmente por suas previsões precisas de eclipses solares, Ricci foi convidado pelo imperador a virar um de seus conselheiros. Ele estabeleceu a primeira igreja católica da China, teve acesso livre à corte, e conheceu oficiais importantes e estudiosos influentes. Dentre suas várias obras, estão Tian zhu shi yi (A verdadeira noção do Senhor dos Céus), em dois juans; Jiao you lun (Tratado sobre a amizade); Ji ren shi pian, também chamado de Tian zhu shi jie (Dez paradoxos), em dois juans; Bian xue yi du (Debates sobre as críticas à doutrina cristã); Tong wen suan zhi (Tratado sobre aritmética), em 11 juans; Gou gu yi (Princípio dos triângulso retângulos); e este tratado, Ce liang fa yi (Obra sobre trigonometria). Ela foi escrita por Xu Guangqi (1562 a 1633) enquanto Ricci a ditava. Xu Guangqi foi um estudioso e oficial que recebeu orientação de Ricci sobre vários assuntos e que trabalhou de forma contínua para ele de 1604 a 1607. Xu traduziu obras ocidentais sobre matemática, hidráulica, astronomia e geografia, dentre as quais as mais influentes foram os Elementos de Euclides, intitulada Ji he yuan ben, publicada em 1611. A tradução desta obra foi feita entre 1606 e 1608. Ricci também cooperou com o tradutor Li Zhizao em várias obras, incluindo Yuan rong jiao yi (Tratado sobre geometria). A Biblioteca Nacional Central tem em sua coleção uma série intitulada Hai shan xian guan cong shu (Coleção da mansão celestial do mar e da montanha), que contém, dentre outros títulos, esta obra, junto de Yuan rong jiao yi, Ce liang yi tong e Gou gu yi. O foco desta obra é o princípio dos triângulos retângulos. Ela discute ferramentas para a medição de comprimentos e ângulos e depois se concentra em imagens (como a imagem direta e a imagem invertida) e no cálculo. Em seguida, há uma série de perguntas e respostas, por exemplo, sobre como calcular a altura de uma montanha ou de uma sacada, a profundidade de um poço e de um vale, e as distâncias em campos e estradas. No final, são dados exemplos comparando o sistema matemático descrito em Jiu zhang (Nove capítulos sobre a arte da matemática), uma obra anônima que é um dos mais antigos textos matemáticos chineses que ainda existem, com os métodos ocidentais de multiplicação e divisão.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

測量法義

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

2 juan

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 24 de maio de 2017