Relatos recém compilados sobre a história das Cinco Dinastias, com comentários (cópia incompleta)

Descrição

Uma das formas de entretenimento popular durante a dinastia Song do Norte (960 a 1127) era a narração de histórias. Eventos históricos eram assuntos de grande popularidade. Os relatos costumavam ser acompanhados de comentários dos narradores e, portanto, eram chamados de ping hua (histórias com comentários). Alguns ping hua eram publicados após terem sido aperfeiçoados pelos literatos, mas poucos deles ainda existem. A autoria desta obra é desconhecida. Trata-se de uma coleção de literatura popular que contém histórias das Cinco Dinastias (907 a 960) antes da dinastia Song. Ela começa com relatos sobre os Fuxi, figuras mitológicas que reinaram durante a metade do século XXIX a.C., e sobre o lendário Imperador Amarelo, que reinou por volta de 3000 a.C. A narração continua com a história da Rebelião de Huang Chao, que ocorreu entre 874 e 884, aproximadamente, e enfraqueceu a dinastia Tang (618 a 907). Segue-se outra história sobre o General Zhu Wen, que derrubou a dinastia Tang em 907. As histórias apresentam retratos vivos do período caótico anterior às Cinco Dinastias. As maioria das histórias sobre figuras históricas surgia de relatos contados pelo povo, e a ascensão e a queda das diversas dinastias eram contadas tendo como referência certas superstições populares. Algumas obras históricas, como o Zi zhi tong jian gang mu (Compêndio de espelhos abrangentes para o auxílio no governo) também eram usadas como fontes. O primeiro juan desta obra possui uma tira de papel com uma inscrição que diz “As histórias das Cinco Dinastias impressas na oficina Masha da dinastia Song”. O juan que contém a história do Liang Posterior (907 a 923), um dos Estados existentes durante o período das Cinco Dinastias, conta com uma inscrição manuscrita de Dong Kang (1867 a 1947), um estudioso e educador. De acordo com ele, esta cópia costumava fazer parte da coleção do Gabinete dos Qing. Mais tarde, ele a viu na residência de Cao Junzhi, de quem a pegou emprestado para fazer uma cópia. Depois, o livro foi transferido para a coleção de seu amigo Gusun. Dong afirma que ele é parecido com as cópias da edição Mashafang das dinastias Song e Yuan, dotada de pinceladas simples e fortes, e que não há dúvidas de que se trata de uma impressão do período Song.

Última Atualização: 24 de maio de 2017