Caderno do laboratório de Alexander Graham Bell, 1875 a 1876

Descrição

Nesta entrada em um caderno, de 10 de março de 1876, Alexander Graham Bell (1847 a 1922) descreve seu primeiro experimento bem-sucedido com o telefone, durante o qual ele falou por meio do instrumento com seu assistente, Thomas A. Watson, no quarto vizinho. Bell escreveu: “Eu então gritei no M [o bocal] a seguinte frase: ‘Sr. Watson, venha aqui, eu quero vê-lo.’ Para meu deleite ele veio e declarou que havia ouvido e entendido o que eu havia dito”. Bell nasceu em Edimburgo, Escócia, onde seu pai, Alexander Melville Bell, foi um professor de surdos e inventor da Visible Speech, um método que ajudou a orientar pessoas surdas no aprendizado da fala. Bell trabalhou com seu pai, mas se mudou para o Canadá em 1870 e para os Estados Unidos em 1872, onde abriu uma escola para professores de surdos e se tornou professor da Universidade de Boston. O grande interesse de Bell pela fala e audição o levaram a fazer experimentos com a transmissão elétrica da fala humana, a tecnologia básica que está por trás do telefone. Bell recebeu uma patente para o telefone em 7 de março de 1876, três dias antes que a transmissão descrita no seu caderno acontecesse. Ele seguiu adiante e fundou a Bell Telephone Company, desenvolvendo outros dispositivos para a transmissão e a gravação do som e promovendo os desenvolvimentos preliminares da aviação.

Última Atualização: 24 de maio de 2017