Cerimônia no “Casamento dos Trilhos”, 10 de maio de 1869 no Promontory Point, em Utah

Descrição

O presidente Abraham Lincoln transformou o Ato da Ferrovia do Pacífico em lei no dia 1 de julho de 1862. O ato deu a duas companhias, a Union Pacific Railroad e a Central Pacific Railroad, a responsabilidade de completar a ferrovia transcontinental, concessões de terras, além da emissão de bonos governamentais de 30 anos para financiar o empreendimento. A Union Pacific deveria instalar os trilhos no sentido oeste, partindo de um ponto próximo a Omaha, Nebraska; a Central Pacific deveria construir no sentido leste, partindo de Sacramento, Califórnia. O ponto de encontro das duas linhas, uma questão significativa relacionada às concessões de terras e dos subsídios por milhagem oferecidos às companhias, foi negociado em Washington D.C., em abril de 1869 por Collis Huntington, da Central Pacific, e Grenville Dodge, da Union Pacific. Eles concordaram em unir os trilhos no Promontory Summit (também conhecido como Promontory Point), em Utah. O acordo resultou na transferência, por um certo preço, de 47,5 milhas (76,4 quilômetros) de trilhos da Union Pacific a leste daquele ponto à Central Pacific, e pela construção de terminais operados conjuntamente. O “casamento dos trilhos” aconteceu em 10 de maio de 1869.

Última Atualização: 24 de maio de 2017