Bíblia Hebraica

Descrição

Este manuscrito da Bíblia Hebraica com vocalização, acentuação e anotações Massorá completas foi criado na Espanha, por volta de 1300. A Bíblia é ilustrada e decorada em diversas cores, prata e ouro. Os livros da Bíblia estão organizados na ordem convencional, mais tarde adotada nas edições impressas em hebraico, com a exceção de que Eclesiastes precede as Lamentações. Escrito em pergaminho, em escrita quadrada sefaradita, o texto está disposto em três colunas por página, com 35 linhas por coluna. As notas de Massorá Magna estão escritas em micrografia. As anotações Massorá são uma coleção de notas críticas, compiladas entre os séculos VII e X por escribas e estudiosos judeus conhecidos como massoretas e aceitas como reguladores autorizados tanto da transmissão escrita quanto oral da Bíblia Hebraica, especialmente no que diz respeito à pronúncia, vocalização e acentuação. A Massorá Magna são as anotações relativamente longas nas margens superior e inferior do manuscrito da Bíblia, distintas das notas ao redor da primeira letra de cada livro (a Massorá Inicial) e daquelas nas margens laterais ou entre colunas (a Massorá Parva). A Biblioteca Nacional e Universitária Judaica (que mais tarde se tornaria a Biblioteca Nacional de Israel) recebeu o manuscrito como um presente em 1969.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

תנ"ך

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

357 folhas: pergaminho; 255 x 205 milímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de fevereiro de 2016