A Bíblia de Lincoln

Descrição

Em 4 de março de 1861, o Chefe de Justiça Roger B. Taney administrou o juramento de posse de Abraham Lincoln usando uma Bíblia fornecida por William Thomas Carroll, escrivão da Suprema Corte, porque a Bíblia da família de Lincoln estava empacotada com outros de seus pertences ainda em trânsito rumo a Washington, vindos de Springfield, Illinois. Na contracapa da Bíblia, coberta em veludo, junto do selo da Suprema Corte, há a seguinte anotação: “Eu, William Thos. Carroll, escrivão da citada corte, certifico por meio deste que a cópia precedente da Bíblia Sagrada é aquela sobre a qual o Honorável R. B. Taney, Chefe de Justiça da dita Corte, administrou para Sua Excelência, Abraham Lincoln, o juramento de posse como Presidente dos Estados Unidos.” A Bíblia, com 1.280 páginas, foi publicada em 1853 pela Oxford University Press. No centro da capa frontal há um brasão, feito de metal branco banhado a ouro, gravado com as palavras “Bíblia Sagrada”. Em 20 de janeiro de 2009, o Presidente eleito Barack Obama também tomou posse com esta Bíblia. Em 21 de janeiro de 2013, Obama usou outra vez a Bíblia de Lincoln, juntamente à Bíblia pertencente ao Reverendo Martin Luther King, Jr. As duas Bíblias foram empilhadas uma sobre a outra quando o presidente tomou posse pela segunda vez.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Oxford University Press, Oxford, Inglaterra

Idioma

Título no Idioma Original

The Holy Bible, Containing the Old and New Testaments

Tipo de Item

Descrição Física

1280 páginas; 15 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de junho de 2014