Cartilha da língua copta

Descrição

Este manuscrito é uma introdução básica ao alfabeto, à pronúncia e à gramática do dialeto boháirico da língua copta, escrito para falantes do árabe por Iryan Moftah (1826 a 1886). Ele está copiado em um caderno comercial. O autor divide cada página verticalmente, com o texto em alfabeto copta à esquerda e a tradução árabe ou explicação à direita. O manuscrito foi escrito em tinta preta grossa. O título e o autor são fornecidos em uma etiqueta colada à capa. A obra não está datada, mas provavelmente foi escrita em meados do século XIX. Além do alfabeto, o autor ensina a formação de substantivos, adjetivos e advérbios, além de como dizer as horas. A língua copta, embora não seja mais falada pelos egípcios, apresenta importância cultural e litúrgica para a comunidade de cristãos coptas do Egito e de todo o mundo. Iryan Moftah, que foi gramático e professor, participou das reformas educacionais e culturais do papa copta, Cirilo IV (reinou entre 1854 e 1861), que incluíam a defesa do dialeto boháirico como vernáculo da liturgia. Este dialeto incorporou um vocabulário significativo e até mesmo a pronúncia do grego; em razão disso, enfrentou a oposição de algumas regiões, especialmente no Alto Egito. Não se sabe se as cartilhas de Moftah chegaram a ser impressas e usadas em escolas e seminários. Seus manuscritos sobre assuntos religiosos, históricos e linguísticos estão preservados na Coleção Iryan Moftah da Universidade Americana do Cairo.

Última Atualização: 21 de julho de 2014