Pentateuco

Descrição

Este manuscrito é uma tradução para o árabe dos primeiros cinco livros do Antigo Testamento (Pentateuco), o qual é chamado, na primeira folha, de “A Sagrada Torá”. O livro contém pouca informação sobre sua produção além de uma nota ao final que indica sua origem copta. Padrões cruciformes emoldurados aparecem no topo da primeira folha e compõem as únicas ilustrações da obra. Há cabeçalhos de capítulos e versos em vermelho, além de palavras-chave e diretrizes ocasionais para a recitação durante jejuns e banquetes. Na vigésima quinta folha do Gênesis, a qualidade da escrita e do papel se deterioram, exibindo a primeira borrões de tinta e, possivelmente, uma caligrafia diferente; enquanto a segunda apresenta manchas e cortes imprecisos. A capa e a contracapa são contemporâneas ao manuscrito, consistindo em camadas de papel denso coberto por uma fina película de couro vermelho. As capas contam com estampas de baixo relevo em um padrão de roseta, comumente usado quando o livro foi feito, por volta de 1800. Na época da realização desta cópia, a língua copta e seus dialetos, comumente usados em tempos mais antigos, haviam sido suplantados pelo árabe entre os cristãos egípcios, exceto no contexto do uso litúrgico. Não sabemos, a partir da obra em si, se a tradução foi feita a partir do grego, de uma versão em língua copta ou se trata-se de uma cópia simples de outra tradução para o árabe. Esta obra faz parte da Coleção Iryan Moftah de Livros e Manuscritos Coptas, da Universidade Americana do Cairo.

Última Atualização: 21 de julho de 2014