Mapa das colônias do Suriname e de Berbice

Descrição

Este mapa do século XVIII mostra as plantações holandesas no Suriname e Berbice. O mapa está orientado com o norte na parte inferior. Os nomes atribuídos aos locais fora das plantações nitidamente demarcadas sugerem resistência à dominação holandesa dos índios locais, de servos e escravos importados da África. Eles incluem diversos locais marcados como “povoado de rebeldes”, “povoado de fugitivos” e “povoado de escravos rebeldes”. O mapa interno no canto superior direito fornece uma visão detalhada de Paramaribo, a principal cidade e porto de Suriname. A legenda numerada lista as principais ruas, juntamente com os locais da prefeitura e da igreja principal (Igreja Reformada Holandesa), da igreja luterana e das sinagogas portuguesas e alemãs. Berbice, localizada ao longo do Rio Berbice, foi estabelecida em 1627 como uma colônia holandesa sob a autoridade da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais. Em 1814, durante as Guerras Napoleônicas, a propriedade da colônia passou para a Grã-Bretanha, que a fundiu com a colônia vizinha da Guiana Inglesa. O país tornou-se independente como Guiana em 1966. O Suriname, que fazia fronteira com Berbice a leste, foi tomado da Inglaterra pelas forças holandesas em 1667, durante a Segunda Guerra Anglo-Holandesa (1665 a 1667). Ele permaneceu como posso holandesa até 1975, quando se tornou um país independente.

Última Atualização: 27 de setembro de 2013