Coletânea de poemas de Aisha Durrani

Descrição

Este trabalho é uma impressão litográfica, publicada em Cabul, de uma coletânea de poemas de 'Āyisha Durrānī, uma poeta afegã da família Durrani, que estava em atividade na segunda metade do século XIX. Os poemas incluem qasidas (uma forma lírica) e ghazals (uma forma métrica que expressa a dor da perda e a beleza do amor), e foram dispostos em ordem alfabética de acordo com qāfiya (o efeito da rima). A coletânea foi compilada durante o reinado de 'Abd al-Raḥmān Khān, emir do Afeganistão de 1880 a 1901. A família Durrani liderou um império tribal pachtun no Afeganistão de 1747 a 1842. 'Āyisha Durrānī era filha de Yaʻqūb Ali Khān Barakzai e esposa de Tīmūr Shāh Durrānī (1742 ou 1743 a 1793), o segundo líder da dinastia. Ela tinha muito conhecimento da literatura árabe e persa e também do cânone islâmico. Ela também foi reconhecida por fundar a primeira escola para meninas no Afeganistão. O manuscrito que era fonte da impressão litográfica foi escrito por uma só pessoa, não identificada, em caligrafia Nastaʻlīq. A data de finalização contida no manuscrito é de 1299 A.H. (1881 a 1882). A impressão litográfica foi inventada na Europa no fim do século XVIII e se espalhou pelo subcontinente indiano a partir do começo do século XIX. Sua popularidade provinha da relativa facilidade com que podia ser utilizada para reproduzir diferentes escritas que não fossem baseadas no alfabeto latino. Até os anos de 1860, a impressão litográfica havia se espalhado pelo Afeganistão, incluindo Cabul, Kandahar e Herat.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Bā bayārī-i Maṭbaʻ-i Sarkārī-i shahr-i Kābul-i gulgul bishkuft, Cabul

Idioma

Título no Idioma Original

ديوان عايشه

Tipo de Item

Descrição Física

336 páginas; 26 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016