A guerra de Cabul e Kandahar

Descrição

Muḥārabah-ʼi Kābul va Qandahar (A guerra de Cabul e Kandahar) é uma narrativa da primeira guerra afegã (1839 a 1842) de Munshi ʻAbd al-Karīm, um associado de Shāh Shujāʻ, o emir do Afeganistão. Mawlawī Muḥammad ʻAbd al-Karīm foi um historiador indo-persa de Lucknow, Índia, que era ativo em meados do século XIX. Ele foi um tradutor e um munshi (escritor, secretário e professor de línguas) prolífico. Ele reproduziu do árabe para o persa obras como Tārīkh al-Khulafā (História dos Califas), de al-Sūyūtī (1445 a 1505) e uma história do Egito de Ibn Iyās (entre 1448 e 1524, aproximadamente). Ele também finalizou uma tradução abreviada do dicionário biográfico, Wafayāt al-aʿyān wa anbāʾ abnāʾ az-zamān (As mortes dos homens eminentes e a história dos filhos da época) de Ibn Khallikān (1211 a 1282). Muḥārabah foi escrito entre 1848 e 1850. O livro fala sobre a guerra dos estados de Cabul e Kandahar contra a Companhia Britânica das Índias Orientais e especificamente contra a expedição britânica de 1842 liderada pelo general Pollock. O munshi ʻAbd al-Karīm posteriormente revisou a composição original e adicionou informações do Akbarnāmah (Livro de Akbar, uma história do terceiro imperador mogol) para produzir a versão final mostrada aqui, que foi publicada na Índia em 1850. Este livro e outro texto histórico contemporâneo do munshi, Tārīkh-i Ahmadshāhī (História dos sultões de Deli, no qual ele narra a história dos Abdālīs, ancestrais dos durrani) foram duas das maiores fontes dos textos mais conhecidos da história afegã, Sirāj al-Tawārīkh (Lâmpada da história) de Fayz̤ Muḥammad (falecido em 1931). Da extensa obra de Mawlawī ʻAbd al-Karīm's, existem três livros litográficos impressos, incluindo Muḥārabah. A impressão litográfica foi inventada na Europa no fim do século XVIII e se espalhou pelo subcontinente indiano a partir do começo do século XIX. Sua popularidade provinha da relativa facilidade com que podia ser utilizada para reproduzir diferentes escritas que não fossem baseadas no alfabeto latino. A nova tecnologia obteve tanto sucesso durante o Raj que um número maior de livros litográficos persas foi impresso na Índia do que no Irã.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Maṭbaʻ-i Muṣṭafāʼī-i Muḥammad Khān Muṣṭafá, Índia

Idioma

Título no Idioma Original

محاربه كابل و قندهار

Tipo de Item

Descrição Física

87 páginas; 32 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016