Miscelânea de Trevelyon, 1608

Descrição

Thomas Trevilian ou Trevelyon,um artesão de Londres do qual pouco se conhece, criou sua Miscelânea em 1608 quando tinha em torno de 60 anos. O volumoso manuscrito de 290 fólios em face dupla contém textos e imagens que foram retiradas de livros, xilogravuras e gravuras de sua época. A primeira parte do manuscrito (folhas 3 a 36) consiste em informações históricas e práticas: uma linha de tempo; um calendário ilustrado; provérbios moralizadores; uma série de tabelas de cálculo e diagramas astronômicos; listas de famílias ligadas a Guilherme, o Conquistador; distâncias entre Londres e cidades ao redor do mundo; uma regra para determinar as datas dos termos legais; uma lista de feiras; relatos geográficos da Inglaterra, Gales e Cornwall; descrições das universidades de Cambridge e Oxford; uma lista de condados, cidades e municipalidades da Inglaterra; uma lista das igrejas distritais e paroquiais de Londres e redondezas, e uma tabela de distâncias entre Londres e outras cidades importantes da Inglaterra. A parte dois (folhas 37 a 126r) consiste em uma série de cronologias bíblicas e monárquicas, começando com o relato bíblico da criação do universo e a queda do homem, seguido pelas gerações de Adão, os filhos de Noé, os reis de Israel, as genealogias de Maria e José, as 12 tribos de Israel, os primeiros governantes da Grã-Bretanha, os reis e rainhas da Inglaterra, os reis e rainhas da Escócia. A parte três (folhas 126v a 213) contém versos de edificação e advertência, com ilustrações, sobre as Doze Etapas do Mundo, os Cinco Grupos Sociais, os Dez Mandamentos, os Nove Valores, as Nove Musas, os Sete Pecados Capitais, as Sete Virtudes, as Sete Ciências Humanas e os Doze Apóstolos; figuras importantes da história Protestante; os seis traidores da Conspiração da Pólvora; heróis pagãos, judeus e cristãos, e parábolas, provérbios e listas de virtudes e vícios adicionais, acompanhados por versos das escrituras e seculares. A parte quatro (folhas 215 a 307, 310v, 311v e 312v) é dedicada aos desenhos, na maior parte sem texto, de capitulares, labirintos, bordas e motivos abstratos e florais, letras, além de outros objetos ou desenhos adequados ao bordado, ornamentação em gesso, entalhes em madeira, pintura e paisagismo. A parte cinco e final do manuscrito (folhas 308 a 327) é uma lista de xerifes e prefeitos de Londres, de 1190 a 1601. Oito anos após concluir esta compilação, Trevilian criou um segundo manuscrito contendo muitas das mesmas imagens, hoje de propriedade da Biblioteca Wormsley Library na Inglaterra.

Última Atualização: 12 de fevereiro de 2016