Johanne Luise Heiberg

Descrição

Este daguerreótipo da atriz e escritora Johanne Luise Heiberg (1812-1890) foi feito por Carl Gustav Oehme (1817-1881), provavelmente em 1854 ou 1855, quando Heiberg foi visitar os spas da Alemanha. Oehme dirigiu o maior estúdio fotográfico em Berlim e tinha aprendido o processo de daguerreotipia com seu inventor, em Paris, Louis-Jacques-Mandé Daguerre (1787-1851). Após anos de experimentação, no fim dos anos 1830, Daguerre conseguiu capturar imagens ao expor uma folha de cobre banhada em prata ao vapor de cristais de iodo. Os primeiros daguerreótipos foram geralmente retratos, e, diferente das fotografias posteriores que podiam ser reproduzidas através de negativos, cada daguerreótipo é único. Os dinamarqueses foram rápidos em adotar a nova técnica, e há vários daguerreótipos dinamarqueses feitos a partir de 1840. A Biblioteca Real possui uma das maiores coleções de daguerreótipos da Escandinávia. Heiberg foi uma das mais importantes atrizes dinamarquesas do século XIX, muito conhecida pelos vários papéis que fez no Teatro Real de Copenhague.

Última Atualização: 1º de julho de 2014