Súplica atribuída ao califa Ali

Descrição

O califa ‘Alī ibn Abī Ṭālib (entre 601 e 61) é uma das mais reverenciadas figuras religiosas e sagradas do Islã. Seu nome honorário, Amīr al-Mu'minīn, é traduzido do persa como o “príncipe dos crentes”. As obras escritas por ‘Alī ibn Abī Ṭālib e ditos a ele atribuídos são sagrados para os fiéis xiitas, sobretudo entre os falantes do persa. Mostramos aqui uma cópia do manuscrito iluminado do século XVIII do Munājāt (Súplica) de ʻAli ibn Abī Ṭālib. Estão incluídos tanto o original em árabe com uma tradução em persa. O texto está escrito em um papel de cor creme de gramagem média em tinta dourada (fólios 1b e 2a) e em tinta preta (folio 2b até o fim) dentro de cinco bordas. As bordas são coloridas, da parte mais externa para a mais interna, em azul, vermelho, ouro, vermelho e verde. As páginas são divididas em quatro caixas para acomodar o texto principal e a tradução, três contendo duas linhas e uma contendo uma linha ou sete linhas para cada página. O texto em árabe, na escrita naskhi, fica nas caixas maiores com decoração elaborada interlinear; a tradução persa, escrita nastaʻlīq, fica nas caixas mais estreitas com painéis de decoração floral em ambos os lados. Um texto persa desconhecido aparece no fólio 1a, parte do qual está faltando ao longo da margem esquerda, devido ao corte e na margem superior direita, devido a danos no primeiro fólio (emendado com alguma parte perdida deste texto mas sem danos ao texto principal). O nome e a data “Vahīd Ḥusaynī 1209” (1794 ou 1795) aparecem no canto inferior esquerdo da área escrita do fólio 7b; um texto persa desconhecido em uma caligrafia posterior aparece nas abas.

Última Atualização: 5 de setembro de 2014