Grupo de artistas de circo

Descrição

Esta fotografia de dezembro de 1932 mostra os membros de três espetáculos de trapézio de fama mundial posando na rede de segurança do La Scala, em Berlim: The Flying Codonas, do México, The Flying Concellos, dos Estados Unidos, e Les Amadori, da Itália. Mostrados, da esquerda para a direita, estão Genesio Amadori (Les Amadori), Art Concello (The Flying Concellos), Alfredo Codona (The Flying Codonas), Vera (Bruce) Codona (The Flying Codonas), Antoinette Concello (The Flying Concellos), Ginevra Amadori (Les Amadori), Everett White (The Flying Concellos), Lalo Codona (The Flying Codonas) e Goffreddo Amadori (Les Amadori). A fotografia reflete a internacionalização do circo no século XX, quando artistas e trupes famosas eram contratadas por circos de outros países que queriam apresentar espetáculos jamais vistos por seus públicos. O trapézio voador foi desenvolvido em meados do século XIX por Jules Léotard (1842–70), um artista acrobata francês do Cirque Napoléon, de Paris. Nos anos 1930, trupes de duas e três pessoas haviam criado números cada vez mais perigosos e difíceis para trapézio, incluindo o famoso salto mortal triplo.

Última Atualização: 1º de julho de 2014