Coleção condensada de hadiths autênticos de Al-Bukhāri

Descrição

Esta obra é o manuscrito árabe mais antigo da Biblioteca Nacional da Bulgária. Incompleto e fragmentado, é uma cópia de 1017 do Volume 3 de Sahīh al-Bukhārī (Hadiths autênticos de Al-Bukhārī). Muhammad ibn Ismā‘īl al-Bukhārī (810–870) nasceu em Bucara, no atual Uzbequistão, e morreu em Khartank, próximo a Samarcanda. É considerado pelos muçulmanos sunitas como a maior autoridade entre os compiladores de hadiths—relatos de declarações ou feitos atribuídos ao profeta Maomé. Esta obra, concluída em 846, é a coleção mais conhecida de al-Bukhārī. Foi a primeira obra de seu tipo dedicada exclusivamente aos hadiths, e é o mais oficial dos assim chamados Seis Livros—coleções canônicas que foram escritas cerca de 200 anos após a morte do profeta Maomé. Esses livros consolidaram definitivamente a função do hadith como a segunda fonte mais importante de jurisprudência islâmica após o Alcorão. Em sua totalidade, o Sahīh al-Bukhārī contém 97 kitāb (livros). Este manuscrito contém um Livro 65 incompleto: Manāqib Al-Ansār (Virtudes dos Companheiros de Ansar) incompleto, iniciando da subseção Bāb qawl al-Nabī li-al-Ansār antum aḥabbu al-nāsi ilay (O Profeta dizendo a al-Ansār, “Vocês são o povo mais amado para mim”), juntamente com os Livros 66 a 69: Al-Maghazī (As batalhas), Tafsīr Al-Qur’an (Exegese do Alcorão), Fadha’il Al-Qur’an (As virtudes do Alcorão) e Al-Nikah (Casamento). As tentativas de compilar hadiths começaram durante a vida do profeta Maomé e continuaram durante os dois séculos seguintes, mas foi al-Bukhārī que estabeleceu os fundamentos de uma metodologia clara de autenticação e a usou para compilar hadīths. À medida que crescia o cisma teológico e político entre os muçulmanos sunitas e xiitas, a questão da autenticação tornou-se ainda mais importante. Em termos de autenticidade, os estudiosos muçulmanos sunitas normalmente classificam os hadiths em seis categorias, dependendo da autoridade de sua isnād ou cadeia de transmissão. Um hadith pode ser sahīh (autêntico), hasan (bom), da’if (fraco), mawdhu’a (inventado) ou munkar (denunciado). Normalmente, os hadiths classificados como sahīh ou hasan podem ser usados em jurisprudência. Como sugere o título desta obra, o Sahīh al-Bukhārī inclui somente hadiths autênticos. As diferenças entre as tradições de hadith sunitas e xiitas estão centradas principalmente na confiabilidade dos transmissores.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

صحيح البخاري أو الجامع الصحيح

Tipo de Item

Descrição Física

109 folhas; 175 x 256 milímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de abril de 2015