Bucólicas, Geórgicas e a Eneida

Descrição

Esse manuscrito do século XV, conhecido como Virgílio Riccardiano, inclui os textos de três trabalhos existentes do grande poeta romano Virgílio, as Bucólicas, as Geórgicas e a Eneida. Também contém 88 pinturas em miniatura na margem inferior das diversas folhas de pergaminho. As miniaturas, 86 em a Eneida e uma em as Bucólicas e outra em as Geórgicas, são atribuídas ao artista florentino, Apollonio di Giovanni, e sua oficina. As ilustrações em Eneida refletem a influência de Benozzo Gozzoli. Em 1459, ele completou um conjunto de afrescos na Capela de Magi no Palazzo Medici Riccardi em Florença. A influência de eventos contemporâneos, como o notável Conselho de Florença em 1439 (no qual uma grande delegação grega trabalhou com prelados ocidentais para tentar resolver diferenças doutrinais e acabar com a divisão entre o oriente ortodoxo e Roma) e a queda do Império Bizantino em 1453 pode ser vista nas pinturas em miniatura, especialmente, nos costumes orientais das figuras representadas em Eneida. O vestuário representado de maneira detalhada e destacado por ouro, roxo e vermelho, em contraste com o fundo arquitetônico da cidade de Florença, produz algumas das iluminuras mais bonitas do período. Em Bucólicas e Geórgicas, há uma pintura em miniatura para cada texto e, por todo o resto do volume, há diversas letras iniciais decoradas em vários tamanhos e desenhadas com motivo de vinhas e ramos. Diversos desenhos incompletos e sem cor aparecem no manuscrito. Das 88 miniaturas, 19 estão coloridas apenas parcialmente ou são desenhos esperando iluminura. Essas ilustrações parcialmente concluídas oferecem uma janela para os métodos do artista e uma compreensão melhor do processo de criação de imagens iluminadas.

Última Atualização: 17 de outubro de 2017