Decoração teatral

Descrição

Francisco Rizi foi um pintor de ascendência italiana que treinou na oficina de Vicente Carducho. Em 1637 ele começou a trabalhar para o Rei Filipe IV, que o nomeou pintor real em 1656. Seu período mais produtivo coincidiu com o reinado de Filipe, para quem ele trabalhou nas decorações de característica mitológica para o Alcázar de Toledo e no design e construção de cenários de teatro a partir de 1657. O desenho provavelmente foi feito para uma apresentação teatral no Palácio do Bom Retiro em Madri. É um trabalho ricamente realizado, claramente no estilo barroco, com ênfase na cor e decoração. A composição é de materiais simples ornados com pinturas de tempera para retratar mármore, decorados com relevos, cártulas e escudos que são símbolos iconográficos nos quais a mitologia e a glorificação de monarcas são combinados. Apolo, como a personificação do sol e patrono das musas, é carregado em uma carruagem na cártula superior. Alegorias da primavera e do outono são encontradas nos nichos laterais. No fundo, a figura de Pã aparece com um instrumento musical, aludindo às artes. Sobre o frontão do segundo arco há o selo real. As estruturas ondulantes reforçadas por colunas criam dinamismo na composição e são organizadas em vários ângulos para criar uma perspectiva ilusória. Na obra, Rizi demonstra sua maestria como pintor e designer de palco. Também é possível que esta pintura esteja relacionada a uma das entradas reais triunfantes, que já estavam bem-estabelecidas na corte. Rizi foi fundamentalmente um pintor de temas religiosos. Seu trabalho está ligado à catedral de Toledo e às igrejas predominantes associadas à corte, como Descalzas Reales, San Antonio de los Portugueses e Colegio Imperial de Madrid. Ele é considerado o primeiro grande pintor barroco da escola de Madri. Ele contribuiu com a renovação da pintura espanhola combinando as influências da escola de Rubens com a cor da escola veneziana.

Última Atualização: 15 de março de 2013