Livro das cruzes

Descrição

Libro De Las Cruzes (Livro das cruzes) é um dos códices produzidos na câmara real de Alfonso X, rei de Castela e Leão, também conhecido como Alfonso el Sabio (Alfonso, o Sábio). Esse livro é uma das poucas publicações em que Alfonso oficialmente menciona a si mesmo como o rei da Espanha. A obra mostra o interesse do rei em astrologia. As longas estadias reais de Afonso em Toledo, e o fato de o códice ter sido concluído em 1259, também sugerem que o rei pode ter estado presente para supervisionar ativamente essa tradução do árabe. Os tradutores foram Judah ben Moses ha-Cohen e Johan Daspa, dois colaboradores frequentes em vários projetos realizados durante o reinado de Alfonso X. A tradução se baseia no trabalho do astrólogo árabe Oveidala (ʿUbayd Allah b. Jalaf al-Istiyi). Alguns estudiosos acreditam que a versão original dessa obra era um antigo texto em latim da época visigótica, em que Oveidala baseou sua obra. Nessa versão, há um capítulo 59 adicionado que se refere à Espanha. O manuscrito foi feito em pergaminho com tipografia gótica francesa, e inclui detalhes ornamentais e letras iniciais em vermelho e azul. Os círculos foram pintados com tinta vermelha, e o filigrana em volta foi pintado de azul, verde ou violeta. Há alguns acentos ornamentais figurativos, como rostos (folhas 14 reto e 36 reto). O título da obra vem dos diâmetros de interseção dos círculos, que dividem os círculos em seis seções. O tamanho manejável do livro sugere que ele foi feito para uso frequente.

Última Atualização: 24 de março de 2015