Tratado sobre a guerra santa

Descrição

A primeira imprensa persa no Irã foi estabelecida em 1816 em Tabriz, e o primeiro livro publicado pela imprensa foi Jihādīyyah (Tratado sobre a guerra santa), escrito por Abu al-Qasim ibn 'Isá Qa'im'maqam Farahani (entre 1779 e 1835, aproximadamente), o primeiro ministro da Pérsia na época. Durante o reinado do Rei Fath Ali Shah (1772–1834, reinou no período de 1797–1834), enquanto o governo Qajar estava ocupado com a administração da instabilidade no país, as potências coloniais europeias procuraram se estabelecer na região. Os britânicos competiram pela influência no sul e no sudeste da Pérsia e do Golfo Pérsico, enquanto ao norte o Império Russo, na Guerra Russo-Persa de 1804–1813, estabeleceu dominação sobre os territórios ao norte da Pérsia. O primeiro livro persa foi publicado em resposta a estes eventos. Ele cobre todos os fatwas (decretos) que os líderes religiosos emitiram sobre a necessidade de realizar uma jihad (guerra santa) contra os russos que invadiram o território iraniano durante o reinado de Fath Ali Shah.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Mohammad-Ali Ashtyani, Tabriz

Idioma

Título no Idioma Original

رسالة جهاديه

Tipo de Item

Descrição Física

86 páginas: 208 x 152 milímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de março de 2015