O Mapa das Terras de Oztoticpac

Descrição

Datado de aproximadamente 1540, este mapa é um documento Mexicano pitoresco, escrito em Espanhol e Náuatle, refere-se ao processo judicial do estado de Dom Carlos Ometochtli Chichimecatecotl, um senhor asteca e um dos muitos filhos de Nezahualpilli, regente de Texcoco. Dom Carlos foi acusado de heresia e executado publicamente pelas autoridades espanholas em 30 de novembro de 1539. O pleito começou em 31 de dezembro de 1540, quando um homem identificado como Pedro de Vergara pediu à Inquisição que retornasse a ele algumas árvores frutíferas tomadas pela propriedade de Dom Carlos, as quais Vergara afirmou serem suas no âmbito de um contrato celebrado com Dom Carlos vários anos antes. Outras pessoas afirmaram que as terras ocupadas por Dom Carlos não pertenciam a ele pessoalmente, mas à família - os senhores de Texcoco - como um todo. Este mapa foi provavelmente encomendado por Antonio Pimentel Tlahuilotzin, governador de Texcoco, para apoiar estas alegações. Para complicar ainda mais o caso, outro grupo de peticionários reclamou que as terras de Texcocan haviam sido divididas por autoridades Espanholas e que as terras na posse de Dom Carlos durante sua vida eram, agora, propriedade do povo. O resultado do litígio não é conhecido. O mapa reflete a tradição pré-européia, mesoamericana de usar glifos e papel produzido de maneira autóctone (amatl) na criação de mapas. Desenhos feitos com tintas vermelhas e pretas representam terrenos com medidas indígenas e glifos de lugares. Próximo ao canto superior esquerdo está um plano de várias casas dentro de uma jurisdição; à direita estão mapas mostrando mais de 75 terrenos identificados, um inventário das propriedades que uma vez pertenceram a Dom Carlos. No canto inferior esquerdo, há uma glosa de árvores frutíferas e videiras Europeias, enxertadas no lugar das árvores nativas. Esta é a única imagem desta técnica agrícola conhecida por existir em qualquer documento indígena Mexicano pitoresco. O mapa fornece detalhes sobre o enxerto do pêssego, damasco, pera e outras árvores frutíferas importadas da Espanha nas macieiras e cerejeiras autóctones do México.

Data de Criação

Data do Assunto

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa : manuscrito, colorido ; 76 x 84 centímetros

Observações

  • Título derivado do jornal trimestral da Biblioteca do Congresso, "O Mapa das Terras de Oztoticpac de Texcoco 1540", v. 23, nº. 2, Abril de 1966, pp 76-116.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de março de 2015