O reluzente tesouro com respostas aceitáveis a questões de fé

Descrição

Aḥmad ibn ʻAbd al-Laṭīf ibn Aḥmad al-Bashbīshī (1631–85) foi um jurista islâmico da escola Shāfiʻī de jurisprudência. Ele nasceu e faleceu no povoado de Bashbīsh, região de Al-Mahalla, no delta do rio Nilo, no Egito. Ele estudou jurisprudência islâmica no Cairo e lecionou na Mesquita Al-Azhar, também no Cairo, tradicionalmente considerada uma proeminente instituição do mundo islâmico para o estudo da teologia sunita. Al-Tuhfa al-Saniyya bi Ajwibat al-Masaa’il al-Mardhiyya (O reluzente tesouro com respostas aceitáveis a perguntas de fé) é um conjunto de escritos sobre uma variedade de perguntas relacionadas à prática pessoal do Islã, juntamente com respostas a essas perguntas. A obra começa explicitando todas as perguntas e, em seguida, prossegue respondendo-as uma por uma, citando o Alcorão e o hadith (tradições de Maomé) para embasar as respostas. Algumas das questões abordadas incluem a pergunta sobre qual foi a primeira criação de Alá; se a profecia e a mensagem de Maomé eram uma coisa só ou duas coisas diferentes; se as tradições de Maomé eram próprias dele ou uma revelação divina e um conjunto de perguntas sobre anjos, dia do julgamento, vida após a morte e outros assuntos. Na introdução, ele afirma que a obra foi encomendada pelo governante otomano do Egito na época, ʿAbd al-Raḥmān Pasha al-Tuwaishī (que reinou de 1650 a 1652).

Última Atualização: 2 de fevereiro de 2016