PalestranteAngela Cannon

Instituição Biblioteca do Congresso

AssuntoBukvar s razlichny poucheniia (Cartilha com várias instruções)

O Bukvar s razlichny poucheniia ou a cartilha com várias instruções de 1824 foi a primeira cartilha  publicada destinada aos alunos que estavam aprendendo  a língua búlgara moderna e a primeira a enfatizar a educação secular ao invés da religiosa. Antes desta época, os estudantes da língua búlgara tinham que aprender a ler usando a majestosa e arcáica língua eslava da igreja

O autor da cartilha, Petur Beron, que viveu entre 1800-1871, foi um estudioso e educador na Bulgária durante o período do renascimento búlgaro, uma era do despertar nacional durante a qual os búlgaros lutaram por uma maior autonomia cultural sob o Império Otomano. O movimento acabou levando a uma luta por um Estado independente, alcançado em 1878 com o fim da guerra russo-turca. O período de renascimento ocorreu por volta de meados dos anos 1700 até 1878. No início desta época os búlgaros tinham um baixo índice de alfabetização e estavam sob a ascendência cultural e religiosa não apenas dos otomanos, mas também dos gregos. De fato, por grande parte deste período, em virtude das restrições dos otomanos, os búlgaros não estavam autorizados a publicar em seu idioma nativo no território búlgaro e tinham que imprimir livros e periódicos fora da Bulgária.

As experiências de ensino de Petur Beron como instrutor búlgaro vivendo na Romênia o levou a escrever uma cartilha simples na linguagem falada do povo. Ele publicou sua Cartilha Com Várias Instruções em 1824, em Brashov, na Romênia, onde era professor. Esta cartilha foi contemplada com um número de edições subseqüentes e foi usada no ensino de várias gerações de crianças búlgaras, dentre elas figuras ilustres tais como Georgi Rakovski, o revolucionário búlgaro, e Petko Slaveikov, um dos autores búlgaros mais notáveis do século XIX. Era uma espécie de mini-enciclopédia para crianças que continha muita informação geral sobre a natureza e simples aritmética, bem como gramática. O livro se tornou conhecido como a Cartilha do Peixe ou Riben bukvar por conta da imagem da baleia impressa no final.

É composto por uma introdução, oito seções numeradas, e um pós-prefácio com um apelo aos colegas búlgaros em defesa das reformas pedagógicas. A primeira seção apresenta o alfabeto e a gramática básica, tais como partes da palavra, gênero, número e conjugação verbal. A segunda seção tem orações curtas, enquanto a terceira e quarta seções são compostas por aforismos e provérbios. A quinta, sexta e sétima seções apresentam trechos de leitura com fábulas e descrições do mundo natural, incluindo vários produtos agrícolas e animais. A oitava seção é dedicada à aritmética simples. Ilustrações de animais, entre elas a famosa representação da baleia, aparecem no final do livro.

Durante o período de renascimento, diversas dezenas de cartilhas e gramáticas antigas foram publicadas mas nenhuma foi tão inflluente como a Cartilha do Peixe, pporque o trabalho inovador de Beron ajudou a promover suas idéias sobre a educação secular, primeiro abandonando o uso da língua eslava da igreja na educação básica e usando, em seu lugar, o língua búlgara. Em segundo lugar, ele recomendou o método de ensino Bell-Lancaster, ou método mútuo, que começou na Inglaterra e que incentivava os alunos mais velhos a ajudarem o professor na instrução dos mais jovens. Ele também propôs a eliminação da punição física nas escolas e a introdução da educação física.

Beron abandonou, mais tarde, a profissão de docente e se tornou médico e investigador científico, mas ele é lembrado principalmente pela sua Cartillha do Peixe, uma obra que inspirou seu apelido de pai do búlgaro moderno. Beron e sua cartilha são tão significativos para a cultura búlgara a ponto de ambos serem homenageados na atual moeda búlgara, especificamente nas notas de 10 lev.

A Cartilha do Peixe e centenas de outros títulos do período resnascentista búlgaro estão na Coleção Todor Plochev das Impressões Iniciais Búlgaras na Coleção e Livros Raros e Divisão de Coleções Especiais da Biblioteca do Congresso.