Itens adicionados recentemente

Destaques

O livro de Salmos da baía

O livro de Salmos da baía O livro de Salmos da baía, como essa obra é normalmente conhecida, é o primeiro livro impresso na América do Norte Britânica. O reverendo Jesse Glover importou a primeira máquina de impressão para a colônia da Baía de Massachusetts em 1638, por volta de 18 anos depois que os primeiros colonos ingleses desembarcaram em Plymouth Rock. Um impressor de Londres, Stephen Daye, chegou com a prensa e estabeleceu uma gráfica em Cambridge. No ano seguinte, os moradores da colônia pediram a John Eliot, Thomas Welde e Richard Mather para realizarem uma nova tradução do hebraico do Livro de Salmos, para o uso nas igrejas da colônia. Mather foi o principal autor e tradutor, mas foi auxiliado por cerca de 30 outros pastores da Nova Inglaterra. O livro foi impresso em 1640, reimpresso em contínuas edições, e permaneceu em uso por mais de 100 anos. Esta cópia, da Biblioteca do Congresso, é uma das 11 cópias da primeira edição que se conhece. A cópia está imperfeita; 19 folhas, incluindo a página de rosto, estão faltando. A encadernação original em couro, com traços de dois fechos, está presente. O livro de Salmos da baía da Biblioteca do Congresso era a última cópia restante em mãos privadas, e foi dada à Biblioteca do Congresso em maio de 1966 pela senhora Van Sinderen de Washington, Connecticut.