959 resultados em português
Covas de Kiev e o Monastério de Kiev-Pechersk
Este livro, publicado em Kiev em 1864, apresenta uma história e uma descrição do Monastério de Kiev-Pechersk, também chamado de Monastério das Covas de Kiev  (pechera significa cova; lavra indica um monastério de prestígio), um grande complexo fundado em 1051 por um monge chamado Antonio em covas escavadas na encosta.. O mosteiro logo se tornou o centro do cristianismo na Rússia e desempenhou um papel importante no desenvolvimento cultural local, abrigando a primeira tipografia em Kiev e cronistas, escritores, médicos, cientistas e artistas famosos. O Monastério de Kiev-Pechersk é o ...
Fábrica de louça Kiev-Mezhyhirya
Este livro é uma compilação de artigos sobre a famosa Fábrica de louça Kiev-Mezhyhirya, que fez parte do Monastério de Mezhyhirya no século X. A fábrica foi fundada no fim do século XVIII e produzia tanta quantidade de faiança que, em meados do século XIX, era a maior empresa industrial de Kiev. A primeira parte do livro é dedicada à história da fábrica e inclui detalhes e ilustrações da ampla linha de seus produtos, tanto de peças decorativas quanto de peças mais práticas. As marcas (selos) da fábrica são mostradas ...
O batistério da Catedral de Santa Sofia em Kiev
Este livro fala sobre o batistério da Catedral de Santa Sofia em Kiev. O nome da catedral não provém de um santo em particular, mas sim da Hagia Sofia do século VI em Constantinopla (atual Istambul) e significa “Sagrada sabedoria”. Concebida como “a nova Constantinopla” para representar o cristianismo oriental, a Santa Sofia de Kiev foi construída no século XI. O batistério foi construído no claustro alguns anos mais tarde e suas paredes ainda exibem os afrescos dos séculos XI a XII. No início do século XX, o batistério se ...
Uma descrição do Monastério de Kiev-Pechersk
Este livro, publicado em 1826 na tipografia do Monastério de Kiev-Pechersk, é uma abrangente descrição do monastério e de seu estabelecimento. O Monastério de Kiev-Pechersk, também chamado de Monastério das Covas de Kiev (pechera significa cova e lavra indica um monastério de prestígio), um grande complexo fundado em 1051 por um monge chamado Antonio em covas escavadas na encosta. Mais tarde, o monastério se tornou o centro para o cristianismo na Rússia e para o desenvolvimento cultural local, que serve de apoio para escritores, médicos, cientistas e artistas. Após um ...
Monumentos da arte ucraniana do século XVIII
Este livreto é criação de Nikolai Makarenko, um especialista em arquitetura, história da arte e arqueologia, e mais tarde diretor do Museu de Artes de Kiev. Ele começa refletindo sobre os efeitos benéficos da cultura cossaca na Rússia sulista e seu impacto significativo na cultura ucraniana. Ele elogia o estilo dos séculos XVII e XVII e descreve a Igreja Pokrovskaia como um exemplo de arquitetura bela e pura. A igreja foi construída em 1764 por Pyotr Kalishevski, em Romny, Província de Poltavskaia, e mais tarde movida para a cidade de ...
Rutênia dos Cárpatos
Este álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. As fotografias apresentam as igrejas em madeira que eram o centro para a prática do Cristianismo oriental (uma combinação do Catolicismo Romano com o Rito oriental ...
Cultura ucraniana: Uma breve história da vida cultural do povo ucraniano
No verão de 1918, Ivan Ogienko (1882–1972), um cientista ucraniano e figura política, pública e eclesiástica, se tornou o fundador e o primeiro presidente da universidade estadual de Kam'ianets'-Podil's'kyi (subsequentemente renomeada em sua homenagem). Mais tarde, ele deu várias palestras sobre a cultura ucraniana na universidade, nas quais este livro é baseado. A Parte I relata a história da cultura até o século XVII. Ela descreve o território da Ucrânia, juntamente com a música, poemas épicos (Cossaco) e outros importantes trabalhos literários, o idioma e ...
Nevitskoe. Ruínas do castelo
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. A construção de Nevitskoe ou Castelo de Nevitsky, 12 quilômetros ao norte de Uzhhorod, começou no século XV. Uma poderosa ...
Kostrina. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. A Igreja Pokrovska de madeira foi construída em Syanky, em 1645, e transferida para Kostrina, em 1761. Suas torres em ...
Uzhok. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. A Igreja de São Miguel em Uzhok data de 1745. Assim como muitas das igrejas da região, ela foi posteriormente ...
Iska. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. É mostrada aqui a torre de sinos e parte da Igreja de São Nicolau, o Taumaturgo, em Iska (atualmente, Izky ...
Torun'. Povoado
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta imagem de povoado mostra a vila de Torun`, no Distrito de Mizhhiria, na Rutênia dos Cárpatos oriental. Tanto as ...
Doleshnaia Apsha. Povoado
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta cena pastoral mostra Dolní Apša (Parte Baixa de Apsha), onde os moradores se encontram na rua do povoado e ...
Doleshnaia Apsha. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. É mostrada aqui a igreja de madeira em Dolní Apša (Parte baixa de Apsha), que surge em uma colina acima ...
Repenie. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Aqui é mostrada a igreja de madeira em Repenie (também conhecida como Repinne), no Distrito de Mizhhiria, Rutênia dos Cárpatos ...
Maidanka. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. A igreja de madeira no povoado de Majdanka tem um telhado com acentuada inclinação e com beiral, como a maioria ...
Uzhchora. Povoado
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Aqui é mostrado o povoado de Uzhchora (atualmente, Ust-Chorna), abrangendo as laterais de um vale nas montanhas e envolto em ...
Saldobosh'. Cabana
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta imagem é do povoado de Saldobosh (atualmente, Steblivka) na região de Khust do Oblast da Transcarpátia no centro sul ...
Yasinya. Igreja em madeira
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Aqui é mostrada a Igreja de São Pedro e São Paulo e sua torre de sino na área de Plytovate ...
Yasinya
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta imagem mostra parte do povoado de Yasinya, que se estende dos bancos do Rio Tisza cercada por campos e ...
Eterna Sabedoria, uma peça escolar de Kiev
O drama escolar é uma forma teatral desenvolvida na Ucrânia nos séculos XVII e XVIII. Os estudantes atuariam em peças escritas por seus professores como uma forma de receber instrução religiosa e estudar os princípios das artes dramáticas. Supõe-se que o gênero tenha se desenvolvido a partir do verso dialógico dos ciclos de Natal e de Páscoa, populares na Europa Ocidental a partir dos séculos XII e XIII e foi difundido na Ucrânia no final do século XVI e início do século XVII. Este livro é uma edição de 1912 ...
A história do teatro ucraniano
Esta obra do crítico literário, escritor e tradutor ucraniano Ivan Steshenko é o primeiro volume de uma história do teatro ucraniano projetada para ter vários volumes. O volume está dividido em cinco capítulos. O primeiro aborda questões conceituais e históricas, como a ascensão do teatro e a transformação de cultos rituais antigos em performances. O segundo capítulo aborda os ritos folclóricos latino-germânicos e eslavos, com seus respectivos conteúdos. O terceiro capítulo discute o teatro como uma forma de disseminação do cristianismo na Ucrânia. O quarto capítulo oferece informações sobre o ...
Mapa da cidade e baía de Cartagena de las Indias
Este mapa em bico de pena e colorido a mão foi desenhado por Antonio de Ulloa (1716-1795) em 1735, com base em um mapa anterior desenhado por Juan de Herrera por volta de 1721. Ele mostra em detalhes a baía de Cartagena de Indias e a área costeira adjacente da atual cidade de Cartagena, Colômbia. Na época, o território fazia parte do Vice-reinado de Nova Granada no Império Espanhol. O mapa é orientado por uma roda dos ventos, com o norte apontando para a esquerda. A longitude foi definida em ...
Vista superior do Castillo del Morro situado na foz da Baía de Havana
Este mapa manuscrito do século XVIII mostra o projeto do Castelo do Morro, localizado na entrada da Baía de Havana, Cuba. A fortaleza foi construída pelos espanhóis, iniciando em 1585. O engenheiro militar italiano Battista Antonelli (1547–1616) foi contratado para projetar as fortificações. Originalmente, a estrutura foi concebida como um pequeno forte cercado por vala seca, mas foi expandida e reconstruída em várias ocasiões e se tornou a principal fortaleza de maior importância estratégica para a ilha. O mapa está orientado com o norte para a esquerda e inclinado ...
Um mapa hidrográfico e corográfico das Ilhas Filipinas
Este magnífico mapa do arquipélago filipino, desenhado pelo padre jesuíta Pedro Murillo Velarde (1696–1753) e publicado em Manila, em 1734, foi o primeiro e mais importante mapa científico das Filipinas. Na época, as Filipinas eram uma parte vital do Império Espanhol e o mapa mostra as rotas marítimas de Manila à Espanha e à Nova Espanha (México e outros territórios espanhóis no Novo Mundo), com legendas. Na margem superior se encontra uma grande cártula com o título do mapa, coroada pelo brasão real espanhol ladeado em cada lado por ...
Painel Caligráfico Gulzar
Este painel caligráfico executado em preto e vermelho sobre um fundo branco decorado em ouro, contém uma série de orações (du'a's) dirigidas a Deus, ao profeta Maomé e ao seu genro, Ali. As letras das palavras maiores são elaboradas em escrita nasta'liq e são preenchidas com motivos decorativos, animais e figuras humanas. Este estilo de escrita, preenchida com vários motivos, é chamado de gulzar, que literalmente significa "jardim de rosas" ou "cheio de flores". Ele é geralmente aplicado no interior de inscrições realizadas em nasta'liq, tais ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Região Entre o Rio Amazonas e São Paulo
Este mapa em aquarela e bico-de-pena mostra o curso do Rio Amazonas, incluindo seus afluentes menores e as cidades localizadas ao longo de suas margens. Embora grande parte da área ao longo do Amazonas fosse controlada por povos indígenas durante os primeiros anos do período colonial, os colonizadores fundaram cidades ao longo das margens do rio, a fim de apoiarem o comércio e a exploração do interior do Brasil. A maior destas cidades era Belém, que aparece no mapa.
Sua Excelência: George Washington esq: LLD Comandante em Chefe dos Exércitos dos Estados Unidos da América e Presidente da Convenção de 1787
Em 1787, a confederação dos 13 estados americanos estava em processo de desestabilização. Os cofres estavam vazios, Nova Iorque e Nova Jersey estavam em uma disputa por impostos cobrados sobre mercadorias que atravessam as fronteiras estaduais, os agricultores de Massachusetts estavam se rebelando, e a Espanha e a Grã-Bretanha invadiam o território americano, a oeste. A Convenção Federal foi convocada para resolver os problemas de governar a jovem república sob os existentes Artigos da Confederação. A convenção respondeu com a elaboração do documento que se tornou  a Constituição dos Estados ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
A arte de fazer relógios mecânicos para torres de igreja, para salas e de bolso
Manuel del Río era um franciscano espanhol, que diziam ter sido um habilidoso relojoeiro, que provavelmente aprendeu a profissão em Porto, Portugal, com Tomás Luis de Sáa. Del Río fazia parte da comunidade franciscana em Santiago, onde, em 1759 publicou Arte de los reloxes de ruedas (A arte de fazer relógios mecânicos). A obra foi reeditada em 1789 em Madri por Ramón Durán, discípulo de del Río. Essa edição é apresentada aqui. O prólogo afirma que um dos motivos para escrever o livro era a falta de manuais sobre o ...
Monastério de ensino da Irmandade de Kiev: um ensaio histórico
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
Kiev com sua mais antiga escola, a Academia
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
História da Academia de Kiev
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
Miscelânea de 1796 do padre Puncho
Este manuscrito intrigante foi escrito em búlgaro vernacular do final do século XIII e destinava-se à impressão. O conteúdo do manuscrito consiste em textos literários compilados de manuscritos mais antigos, livros russos impressos, textos apócrifos, uma versão reescrita da primeira crônica búlgara real, a Istoriia slavianobolgarskaia (História esloveno-búlgara) de Paisiĭ Khilendarski, além de textos de origem não especificada ou desconhecida. O trabalho de iluminura é muito rico, embora estilisticamente ingênuo. Ele inclui dois autorretratos do escriba e compilador Puncho, juntamente com diversas miniaturas, algumas com iconografia incomum. Puncho foi um ...
Cópia de “História esloveno-búlgara” de Bashkioi
Esta cópia manuscrita do Paisiĭ Khilendarski’s Istoriia slavianobolgarskaia (História esloveno-búlgara) foi feita pelo padre Vasilii Manuilov em 1841. Além do texto principal, o manuscrito contém relatos de dois milagres de Nossa Senhora. Publicada pela primeira vez em 1762, a história de Paisii encorajou os búlgaros, que estavam sob o governo otomano por séculos, a descobrir sua consciência nacional e a abraçar o idioma búlgaro. O trabalho foi tão influente que foi copiado à mão e extraído várias vezes, sem que Paisiĭ fosse identificado como o autor ou tivesse seu ...
Mapa em Que os Rios da Argentina, Paraná e Paraguai são Descritos com Maior Exatidão pela Primeira Vez, Quando uma Iniciativa foi Realizada pelo Nova Colônia até a Foz do Rio Jauru
Este atlas da América do Sul colonial é de Miguel Antonio Ciera. Notável matemático e professor de astronomia da Universidade de Coimbra, em Portugal, Ciera fez parte de uma expedição enviada para demarcar a fronteira entre os territórios espanhois e portugueses na América do Sul, após a assinatura do Tratado de Madri, em 1750, e da Guerra dos Guaranis, em 1756. O atlas concentra-se na parte sul do continente, na bacia hidrográfica do rio Paraná, onde as fronteiras eram mais disputadas. O território, no atlas,a atual Argentina e o ...
Declaração da Independência. No Congresso, 4 de Julho de 1776, uma Declaração dos Parlamentares dos Estados Unidos da América, no Congresso Geral Reunido.
Este documento é a primeira versão impressa da Declaração de Independência Americana. Em 7 de junho de 1776, Richard Henry Lee, da Virgínia, apresentou uma resolução encorajando o Congresso, reunido na Filadélfia, para que este declarasse independência da Grã-Bretanha. Quatro dias depois, Thomas Jefferson, John Adams, Benjamin Franklin, Roger Sherman e Robert R. Livingston formaram uma comissão para elaborar uma declaração de independência. A proposta da comissão foi lida no Congresso em 28 de junho. Em 4 de julho, o Congresso aprovou a Declaração da Independência, contendo uma lista de ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
A República Holandesa, Ampliada e Editada: Produzido com o Cuidado e o Trabalho de Matthaeus Seutter
Este mapa, das Províncias Unidas da Holanda, foi gravado por Matthaeus Seutter (1678-1757), um gravador e editor de Augsburg, Alemanha. Seutter fez o curso de impressão em Nuremburg e em Augsburg, como aprendiz de Jeremias Wolff, antes de fundar sua própria editora em 1710. Seutter, em geral, ampliava e gravava o trabalho dos outros, mas fez muito poucos desenhos originais de mapas. Este mapa foi impresso por Tobias Conrad Lotter (1717-77), genro de Seutter, que assumiu o negócio após a morte dele.
Bazar de Isfahan
Esta fotografia mostra uma parte do bazar de Isfahan, Irã, em 1944. Um bazar é um mercado ou conjunto de lojas onde uma grande variedade de mercadorias e serviços são expostos em comércio. O termo "bazar" é derivado da palavra persa para "mercado", e muitos acreditam que o bazar é um dos pontos geográficos mais importantes da civilização persa. Os arqueólogos encontraram evidências da existência de bazares em diferentes regiões do Irã, e estudiosos concluíram que o desenvolvimento das cidades foi baseado não apenas no aumento populacional, mas também no ...
Vista de São Tomás, na América, com o Fort Christian
Este desenho colorido feito por um artista anônimo é uma vista do acampamento dinamarquês na ilha de São Tomás (atualmente, as Ilhas Virgens dos EUA), como se apresentava no século XVIII. O assentamento foi estabelecido em 1672 pela Companhia das Índias Ocidentais Dinamarquesa. A Dinamarca reivindicou a ilha próxima de São João em 1683 e comprou a ilha de Santa Cruz da França em 1733. As três ilhas se tornaram colônia real dinamarquesa em 1754. A colônia prosperou através da importação de escravos que possibilitou uma economia de plantação rentável ...
Mapa da Groenlândia
Este mapa da Groenlândia foi feito por Hans Poulsen Egede (1686–1758), um clérigo e missionário luterano norueguês conhecido como "Apóstolo da Groenlândia". Egede fez duas viagens, em 1723 e 1724, para explorar a costa oeste da Groenlândia com os objetivos de mapear a costa e obter informações sobre os antigos assentamentos nórdicos na ilha. Egede viveu e trabalhou na Groenlândia de 1721 a 1736. Ao voltar para a Dinamarca, ele tinha o mapa pronto e publicou um livro, Omstændelig og udførlig relation, angaaende den grønlandske missions begyndelse og fortsættelse ...
Montanha da Mesa
Esta imagem da Montanha da Mesa (Cidade do Cabo, África do Sul) faz parte de um conjunto de 27 desenhos em 15 folhas, descoberto na Biblioteca Nacional da África do Sul em 1986. Os desenhos são importantes por apresentar as mais antigas ilustrações realistas dos Khoikhoi, habitantes originais do Cabo Ocidental. Este desenho, provavelmente feito de um navio ancorado ao largo da ilha Robben, é uma das representações mais precisas da baía da Mesa nessa época. As anotações no canto inferior esquerdo, em holandês, são referências às letras do desenho ...
Khoikhoi atravessando um riacho
Esta imagem de uma mulher e uma criança Khoikhoi atravessando um riacho, seguidos de um homem Khoikhoi, faz parte de um conjunto de 27 desenhos em 15 folhas, descoberto na Biblioteca Nacional da África do Sul em 1986. Os desenhos são importantes por apresentar as mais antigas ilustrações realistas dos Khoikhoi, habitantes originais do Cabo Ocidental. Os Khoikhoi eram pastores descendentes dos San, população de caçadores aborígenes da África do Sul. Após a fundação da colônia holandesa na Baía da Mesa em 1652, os Khoikhoi foram subjugados nas guerras contra ...