616 resultados em português
Antietam, Maryland. Allan Pinkerton, Presidente Lincoln e o Major General John A. McClernand: Outra Vista
No início da Guerra Civil dos Estados Unidos, Mathew Brady enviou uma equipe de fotógrafos para documentar o conflito. Entre eles estava um imigrante, de origem escocesa, chamado Alexander Gardner, o fotógrafo que tirou esta foto de Lincoln em Antietam, bem como outras famosas fotos da época da guerra. O homem à direita de Lincoln é Allan Pinkerton, fundador da Agência Nacional de Detetives Pinkerton, o qual Lincoln nomeara como líder de um destacamento de segurança pessoal durante a guerra. Gardner intitulou uma outra foto de Pinkerton e seu irmão ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Manhattan no Rio Norte
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa de 1639 em bico de ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa das Pequenas Antilhas
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
As ilhas e o continente das Índias Ocidentais
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa da costa atlântica da América do Norte desde a Baía de Chesapeake até a Flórida
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa da Costa do Golfo da Flórida até o México
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa de Novos Países Baixos, Virgínia e Nova Inglaterra
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
O Rio Norte na região dos Novos Países Baixos
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa do Rio Sul, em Novos Países Baixos
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa em bico de pena e ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa da Península da Flórida
Joan Vinckeboons (1617-1670) foi um cartógrafo e gravador holandês nascido em uma família de artistas de origem flamenga. Ele foi empregado pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais e por mais de 30 anos produziu mapas para utilização pela marinha mercantil e militar holandesa. Ele foi parceiro de negócios de Joan Blaeu, um dos mais importantes editores de mapas e atlas até então. Vinckeboons desenhou uma série de 200 mapas manuscritos que foram usados na produção de atlas, incluindo o Atlas Maior de Blaeu. Este mapa de cerca de 1639 da ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Um mapa hidrográfico e corográfico das Ilhas Filipinas
Este magnífico mapa do arquipélago filipino, desenhado pelo padre jesuíta Pedro Murillo Velarde (1696–1753) e publicado em Manila, em 1734, foi o primeiro e mais importante mapa científico das Filipinas. Na época, as Filipinas eram uma parte vital do Império Espanhol e o mapa mostra as rotas marítimas de Manila à Espanha e à Nova Espanha (México e outros territórios espanhóis no Novo Mundo), com legendas. Na margem superior se encontra uma grande cártula com o título do mapa, coroada pelo brasão real espanhol ladeado em cada lado por ...
Atlas geral de todas as ilhas do mundo
O Islario general de todas las islas del mundo (Atlas geral de todas as ilhas do mundo) é o maior trabalho feito pelo cosmógrafo de Sevilha, Alonso de Santa Cruz (1505–1567). O atlas foi iniciado durante o reinado do Sacro Imperador Romano e do Rei da Espanha Carlos V e concluído no reinado de seu filho, o Rei Filipe II, a quem ele foi dedicado. Ele consiste em 111 mapas que representam todas as ilhas e penínsulas do mundo e que mostram todas as descobertas feitas por exploradores europeus ...
Sua Excelência: George Washington esq: LLD Comandante em Chefe dos Exércitos dos Estados Unidos da América e Presidente da Convenção de 1787
Em 1787, a confederação dos 13 estados americanos estava em processo de desestabilização. Os cofres estavam vazios, Nova Iorque e Nova Jersey estavam em uma disputa por impostos cobrados sobre mercadorias que atravessam as fronteiras estaduais, os agricultores de Massachusetts estavam se rebelando, e a Espanha e a Grã-Bretanha invadiam o território americano, a oeste. A Convenção Federal foi convocada para resolver os problemas de governar a jovem república sob os existentes Artigos da Confederação. A convenção respondeu com a elaboração do documento que se tornou  a Constituição dos Estados ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Codicilo da Rainha Isabel, a Católica, assinado em Medina del Campo, no dia 23 de novembro de 1504
No dia 23 de novembro de 1504, três dias antes de sua morte, a Rainha Isabel de Espanha assinou, em Medina del Campo, um codicilo perante o mesmo notário, Gaspar de Gricio, e cinco das sete testemunhas que estiveram presentes no dia 12 de outubro para a assinatura de seu último testamento. No testamento, a rainha tratou dos aspectos fundamentais do governo pelos monarcas católicos. No codicilo, além de reafirmar o que tinha estipulado no testamento, ela abordou questões que afetavam diretamente o governo da península e mostrou sua preocupação ...
Grupo de artistas de circo
Esta fotografia de dezembro de 1932 mostra os membros de três espetáculos de trapézio de fama mundial posando na rede de segurança do La Scala, em Berlim: The Flying Codonas, do México, The Flying Concellos, dos Estados Unidos, e Les Amadori, da Itália. Mostrados, da esquerda para a direita, estão Genesio Amadori (Les Amadori), Art Concello (The Flying Concellos), Alfredo Codona (The Flying Codonas), Vera (Bruce) Codona (The Flying Codonas), Antoinette Concello (The Flying Concellos), Ginevra Amadori (Les Amadori), Everett White (The Flying Concellos), Lalo Codona (The Flying Codonas) e ...
Carta de Otto Ringling, 26 de outubro de 1907
Otto Ringling (1858–1911) foi o filho de um imigrante alemão que, com seus irmão Albert, Alfred, Charles, John, August e Henry, criou o império dos Circos dos Irmãos Ringling no final do século XIX. Os irmãos compraram o concorrente Circo Barnum & Bailey em 1907. A princípio, os dois circos eram apresentados separadamente, mas foram fundidos em 1919 para criar o Circo dos Irmãos Ringling e Barnum & Bailey, que veio a ser conhecido como "O Melhor Espetáculo da Terra”. Esta carta, escrita por Otto a seus irmãos em outubro de ...
Carro alegórico de circo
Esta fotografia mostra um elaborado carro alegórico para espetáculos no "quintal" do Circo dos Irmãos Ringling e Barnum & Bailey em setembro de 1922. O espetáculo frequentemente abria o show e era um desfile que corria na pista do hipódromo dentro da lona do circo, trazendo tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar. Remontando aos primeiros circos dos Estados Unidos, este tipo de espetáculo era uma performance extravagante de contos históricos ou literários para entreter e edificar o público. A fotografia foi tirada por Charles Clarke (1878 ...
Carroça do Retábulo de Leão dos Irmãos Ringling
Os desfiles que celebravam a chegada dos circos nas cidades americanas traziam carroças muito decoradas que transportavam a banda e os artistas do circo pelas principais vias até a grande lona do circo, atraindo o público ao longo do caminho. Esta carroça do "Retábulo de leão” foi construído pela empresa nova-iorquina Sebastian Wagon Works, aproximadamente em 1880 para o circo Adam Forepaugh. Uma plataforma telescópica que trazia a figura de São Jorge lutando contra um dragão foi removida em 1889 e a seção inferior foi convertida em uma carroça para ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
O Circo de John Robinson
Esta fotografia de 1929 exibe o interior do Circo de John Robinson durante um espetáculo com a performance de O Rei Salomão e a Rainha de Sabá em Cincinnati, Ohio. No circo americano, o espetáculo era como um desfile que ocorria em volta da pista do hipódromo dentro da grande lona, ou tenda do circo, e trazia tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar. O Circo de John Robinson era especialmente conhecido por suas produções deslumbrantes de O Rei Salomão e a Rainha de Sabá, que ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
Cena de bastidores do circo americano
Nos circos americanos, a área situada diretamente atrás da lona ou arena do circo, onde os artistas se preparavam e faziam as entradas pela "porta dos fundos", ficou conhecida como o "quintal". Um negativo em placa de vidro de 1928 revela uma típica cena de quintal em um circo americano antes da apresentação do espetáculo. O espetáculo era como um desfile que ocorria em volta da pista do hipódromo dentro da grande lona, ou tenda do circo, e trazia tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
Cena da feira do circo
Esta fotografia de 1935 mostra uma multidão concentrada na feira do Circo Hagenbeck-Wallace, indo em direção à lona principal de entrada. À esquerda, aparece um cartaz que anuncia as aberrações e atrações do show secundário, uma atração paga à parte que ocorre antes do show principal. À direita, podemos ver barracas e as carroças de venda de bilhetes. Atrás da entrada principal, é possível ver a tenda "gratuita" na qual ocorre a exibição de animais exóticos enjaulados, elefantes e outros animais principais. Nos anos 1930, tal feira havia se tornado ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
Circo dos Irmãos Cole
Esta imagem de 1935 apresenta uma cena de um típico circo americano de tamanho mediano do século XX. Uma multidão observa enquanto as carroças de bagagem do Circo dos Irmãos Cole são retiradas dos vagões de plataforma. Os vagões automotores trazem os nomes Clyde Beatty e Allen King, que eram dois dos mais notáveis treinadores de animais da época. Atrás dos vagões transportadores, estão os vagões de animais, que traziam os elefantes e cavalos de carga. Esta cena era repetida diariamente, de manhã e à noite, nas ferrovias das comunidades ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
História da expedição sob o comando dos capitães Lewis e Clark: Para as nascentes do Missouri e, de lá, atravessando as Montanhas Rochosas e seguindo abaixo o rio Columbia até o Oceano Pacífico
Este relato da Expedição de Lewis e Clark, publicado em 1814, baseia-se em diários detalhados escritos pelos Capitães Meriwether Lewis e William Clark, os líderes da expedição. O livro começa com "A vida do Capitão Lewis", escrito por Thomas Jefferson, que reproduz instruções detalhadas de Jefferson para Lewis quanto aos objetivos da expedição. "O objeto de sua missão é explorar o rio Missouri, e assim, suas principais correntesl, pois, através de seu curso e comunicação com as águas do Oceano Pacífico, seja Columbia, Oregan [sic],  Colorado, ou qualquer outro rio ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Desfile gratuito de rua do Circo Sells-Floto
Esta colorida litografia anuncia o acontecimento do desfile de rua do Circo Sells-Floto, promovendo a venda de bilhetes para os residentes locais para os dois shows diários. O trabalho artístico captura a grandiosidade dos desfiles dos circos americanos nos anos 1920. O desfile é liderado por um cavaleiro usando uma fantasia do século XVIII e levando uma bandeira do circo. Atrás dele, um grupo de cavaleiros, elefantes vestidos nas fantasias usadas em grandes números produzidos para os espetáculos, uma banda e diversas carroças do circo. Vários dos elefantes e carroças ...
Fornecido por Museu Mundial do Circo
Declaração da Independência. No Congresso, 4 de Julho de 1776, uma Declaração dos Parlamentares dos Estados Unidos da América, no Congresso Geral Reunido.
Este documento é a primeira versão impressa da Declaração de Independência Americana. Em 7 de junho de 1776, Richard Henry Lee, da Virgínia, apresentou uma resolução encorajando o Congresso, reunido na Filadélfia, para que este declarasse independência da Grã-Bretanha. Quatro dias depois, Thomas Jefferson, John Adams, Benjamin Franklin, Roger Sherman e Robert R. Livingston formaram uma comissão para elaborar uma declaração de independência. A proposta da comissão foi lida no Congresso em 28 de junho. Em 4 de julho, o Congresso aprovou a Declaração da Independência, contendo uma lista de ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Entrevista com Fountain Hughes, Baltimore, Maryland, 11 de junho de 1949
Aproximadamente 4 milhões de escravos foram libertados no final da Guerra Civil Americana. As histórias de alguns milhares foram transmitidas às gerações futuras por tradição oral, diários, cartas, registros ou transcrições de entrevistas. Apenas 26 entrevistas de ex-escravos gravadas em áudio foram encontradas, 23 das quais estão nas coleções do Centro da Cultura Popular Norte-Americana da Biblioteca do Congresso. Nesta entrevista, Fountain Hughes, de 101 anos, relembra sua infância como escravo, a Guerra Civil e sua vida nos Estados Unidos como um afro-americano, da década de 1860 até a década ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Encerramento do espetáculo - Os bons e velhos tempos
No circo americano, o espetáculo era como um desfile que ocorria em volta da pista do hipódromo dentro da grande lona, ou tenda do circo, e trazia tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar. Remontando aos primeiros circos dos Estados Unidos, este tipo de espetáculo era uma performance extravagante de contos históricos ou literários para entreter e edificar o público. As fantasias criadas para os espetáculos normalmente eram exóticas e representavam culturas de toda parte do globo. As fantasias também podiam ser excêntricas, transformando a realidade ...
William “Buffalo Bill” Cody
William Fredrick “Buffalo Bill” Cody (1846–1917) foi, em diferentes períodos, caçador, mineiro, ginete do Pony Express, batedor, chefe de carroças, condutor de diligências, legislador e soldado na Guerra Civil. Ele recebeu seu apelido, Buffalo Bill, devido à sua habilidade para fornecer carne de búfalo para os trabalhadores da Kansas Pacific Railroad. Em 18 meses, ele matou mais de 4.000 búfalos. Em 1883, ele deu início ao Buffalo Bill's Wild West Show em Omaha, Nebraska, usando cowboys e índios americanos para retratar cenas do Velho Oeste. O show ...
Sede de inverno do Circo Ringling, Sarasota, Flórida
John Ringling (1866–1936), um dos sete irmãos Ringling que dominaram o desenvolvimento do circo americano no final do século XIX e início do século XX, moveu a sede de inverno do Circo dos Irmãos Ringling e Barnum & Bailey de seu local original em Bridgeport, Connecticut, para Sarasota, Florida. A visão de Ringling, conforme relembrou Fred Bradna, diretor equestre do show, em seu livro The Big Top (A Grande Lona), era “dispor a sede como um zoológico, para que milhares de visitantes pagassem para ver. Construirei uma arena ao ar ...
Vista de São Tomás, na América, com o Fort Christian
Este desenho colorido feito por um artista anônimo é uma vista do acampamento dinamarquês na ilha de São Tomás (atualmente, as Ilhas Virgens dos EUA), como se apresentava no século XVIII. O assentamento foi estabelecido em 1672 pela Companhia das Índias Ocidentais Dinamarquesa. A Dinamarca reivindicou a ilha próxima de São João em 1683 e comprou a ilha de Santa Cruz da França em 1733. As três ilhas se tornaram colônia real dinamarquesa em 1754. A colônia prosperou através da importação de escravos que possibilitou uma economia de plantação rentável ...
Produtos do México e da América Central
Este esboço cartográfico em preto e branco, que mostra os produtos do México e da América Central, foi preparado para ser publicado no Boletim da União Pan-Americana. Ele hoje é preservado pela Biblioteca do Memorial de Colombo da Organização dos Estados Americanos, organização sucessora da União Pan-Americana. Digitadas ou escritas no mapa estão as localizações tanto dos centros de agricultura, quanto dos de produção de minérios. O mapa exibe a produção mineral localizada principalmente no México, listando asfalto, carvão, ouro, chumbo, petróleo, pedras preciosas (opalas), mercúrio e prata. O México ...
Mapa militar, ilha de Porto Rico
Este mapa militar de Porto Rico foi publicado em 1898, ano no qual os Estados Unidos, no decorrer da Guerra Hispano-Americana, tomaram a ilha da Espanha. As hostilidades começaram em 12 de maio com um bloqueio e bombardeio da cidade de San Juan pela marinha norte-americana. Isso foi seguido pelo desembarque de uma força de 1.300 soldados norte-americanos na costa de Guánica em 12 de julho. No tratado de paz assinado em Paris em 10 de dezembro, 1898, os Estados Unidos adquiriram formalmente Porto Rico da Espanha, juntamente com ...
A Bíblia de Lincoln
Em 4 de março de 1861, o Chefe de Justiça Roger B. Taney administrou o juramento de posse de Abraham Lincoln usando uma Bíblia fornecida por William Thomas Carroll, escrivão da Suprema Corte, porque a Bíblia da família de Lincoln estava empacotada com outros de seus pertences ainda em trânsito rumo a Washington, vindos de Springfield, Illinois. Na contracapa da Bíblia, coberta em veludo, junto do selo da Suprema Corte, há a seguinte anotação: “Eu, William Thos. Carroll, escrivão da citada corte, certifico por meio deste que a cópia precedente ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Retrato ocupacional de três trabalhadores ferroviários sobre um carrinho à manivela
Louis-Jacques-Mandé Daguerre (1789 a 1851) inventou o processo do daguerreótipo, que foi anunciado na França no dia 19 de agosto de 1839. Os fotógrafos americanos rapidamente capitalizaram sobre esta nova invenção por causa de sua capacidade de captar com uma “semelhança verossímil”. Os daguerreotipistas encorajaram não apenas as celebridades e figuras políticas a ter seus retratos feitos, mas também simples comerciantes. Os trabalhadores, orgulhosos de suas habilidades e profissões, gastariam quase que todo o pagamento de um dia para ter seu retrato feito. Este daguerreótipo, feito por um fotógrafo desconhecido ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Titusville, Pensilvânia, 1896
Este mapa panorâmico mostra Titusville, na Pensilvânia, conforme era em 1896. Localizada na Pensilvânia ocidental, Titusville é conhecida como o local onde a indústria petrolífera moderna começou. Em 1859, a recentemente formada Seneca Oil Company contratou o condutor de ferrovias aposentado Edwin L. Drake para investigar suspeitas de depósitos de petróleo próximos a Titusville. Drake usou um antigo motor a vapor para cavar um poço que deu início à primeira extração em larga escala de petróleo. No início da década de 1860, a Pensilvânia ocidental havia sido transformada pela expansão ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Vista aérea da Exposição Colombiana Mundial, Chicago, 1893
A feira mundial de Chicago, ou a Exposição Colombiana Mundial, como era oficialmente chamada, foi realizada em 1893 para marcar o 400º aniversário, no ano anterior, da chegada de Colombo às Américas. A feira marcou a maturidade de Chicago como uma cidade nacional e mundial, apenas 60 anos após a fundação da cidade e 22 anos após o grande incêndio de Chicago de 1871. Este mapa, produzido pela Rand McNally and Company, sediada em Chicago, mostra o desenho da exposição, que foi principalmente resultado do trabalho do arquiteto e urbanista ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Mapa mostrando as diferentes rotas pesquisadas para a Union Pacific Railroad (Ferrovia da Union Pacific) entre o Rio Missouri e o Vale do Platte
O presidente Abraham Lincoln transformou o Ato da Ferrovia do Pacífico em lei no dia 1 de julho de 1862. O ato deu a duas empresas, a Union Pacific Railroad e a Central Pacific Railroad, a responsabilidade de completar a ferrovia transcontinental. A Union Pacific deveria instalar os trilhos no sentido oeste, partindo de um ponto próximo a Omaha, Nebraska, até Ogden, Utah; a Central Pacific construiria no sentido leste, partindo de Sacramento, Califórnia. A Union Pacific começou a construção em 2 de dezembro de 1863. Este mapa, enviado para ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Cerimônia no “Casamento dos Trilhos”, 10 de maio de 1869 no Promontory Point, em Utah
O presidente Abraham Lincoln transformou o Ato da Ferrovia do Pacífico em lei no dia 1 de julho de 1862. O ato deu a duas companhias, a Union Pacific Railroad e a Central Pacific Railroad, a responsabilidade de completar a ferrovia transcontinental, concessões de terras, além da emissão de bonos governamentais de 30 anos para financiar o empreendimento. A Union Pacific deveria instalar os trilhos no sentido oeste, partindo de um ponto próximo a Omaha, Nebraska; a Central Pacific deveria construir no sentido leste, partindo de Sacramento, Califórnia. O ponto ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Telegrama de Orville Wright em Kitty Hawk, Carolina do Norte, para seu pai, anunciando seus voos bem-sucedidos, 17 de dezembro de 1903
Por volta das 10:35 da manhã do dia 17 de dezembro de 1903, Orville Wright realizou o primeiro voo motorizado, controlado e contínuo em uma máquina mais pesada do que o ar. O voo durou 12 segundos e cobriu 120 pés (37 metros). Orville e seu irmão Wilbur fizeram mais três voos naquele dia, o mais longo cobrindo 852 pés (260 metros) em 59 segundos. Com seu telegrama, enviado de Kitty Hawk, Carolina do Norte, no final da tarde do mesmo dia, Orville informou seu pai da realização. O ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Wilbur Wright trabalhando na loja de bicicletas
Esta fotografia de 1897 mostra Wilbur Wright (1867 a 1912) trabalhando na loja de bicicletas de Dayton, Ohio, que tinha com seu irmão Orville (1871 a 1948). Após dar início a uma empresa de impressão e a um jornal semanal, em 1892 os irmãos abriram uma loja que alugava, vendia e, eventualmente, fabricava bicicletas. Nenhum dos dois irmãos tinha educação além do ensino médio, mas eles ficaram fascinados pelas possibilidades do voo humano, tendo lido e estudado tudo o que puderam sobre aerodinâmica. Tendo concluído que todas as tabelas publicadas ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Vista aérea de Cumberland, Maryland, 1906
Este mapa panorâmico mostra como era Cumberland, Maryland, em 1906. Localizada no Rio Potomac, na parte ocidental do estado, Cumberland foi um importante centro de transportes no início da história da nação. Ela foi a estação terminal ocidental do Canal de Chesapeake e Ohio, construído entre 1828 e 1850 para ligar o Rio Ohio com a Baía de Chesapeake. Ela foi o ponto inicial da Estrada Nacional (também conhecida como Estrada Cumberland), na qual as construções foram iniciadas em 1811, e que ia no sentido oeste até Vandalia, Ilinóis. Cumberland ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso
Caderno do laboratório de Alexander Graham Bell, 1875 a 1876
Nesta entrada em um caderno, de 10 de março de 1876, Alexander Graham Bell (1847 a 1922) descreve seu primeiro experimento bem-sucedido com o telefone, durante o qual ele falou por meio do instrumento com seu assistente, Thomas A. Watson, no quarto vizinho. Bell escreveu: “Eu então gritei no M [o bocal] a seguinte frase: ‘Sr. Watson, venha aqui, eu quero vê-lo.’ Para meu deleite ele veio e declarou que havia ouvido e entendido o que eu havia dito”. Bell nasceu em Edimburgo, Escócia, onde seu pai, Alexander Melville Bell ...
Fornecido por Biblioteca do Congresso