Filtrar Resultados:

Lugar

Período

Tópico

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Idioma

Instituição

183 resultados
Para Modest Ment͡synsʹkyĭ, dos prisioneiros do campo de Wetzlar
Esta publicação, dedicada ao tenor de ópera Modest Omeli͡anovych Ment͡synsʹkyĭ (1875 a 1935), foi produzida pelos prisioneiros do campo de Wetzlar, para os quais Ment͡synsʹkyĭ apresentou-se em fevereiro de 1916. Ela contém ensaios e poemas dedicados a Ment͡synsʹkyĭ, bem como o programa de sua performance e as letras das canções que ele cantou, que incluem poemas de Taras Shevchenko e Ivan Franko. Durante a Primeira Guerra Mundial, mais de um milhão de soldados do exército russo tornaram-se prisioneiros, dentre os quais centenas de milhares eram de ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Vista de São Tomás, na América, com o Fort Christian
Este desenho colorido feito por um artista anônimo é uma vista do acampamento dinamarquês na ilha de São Tomás (atualmente, as Ilhas Virgens dos EUA), como se apresentava no século XVIII. O assentamento foi estabelecido em 1672 pela Companhia das Índias Ocidentais Dinamarquesa. A Dinamarca reivindicou a ilha próxima de São João em 1683 e comprou a ilha de Santa Cruz da França em 1733. As três ilhas se tornaram colônia real dinamarquesa em 1754. A colônia prosperou através da importação de escravos que possibilitou uma economia de plantação rentável ...
Fornecido por
Biblioteca Real da Dinamarca
Mapa da Holanda: Conforme Observações Astronômicas, Medições de Schnellius & c. e os Altamente Reestruturados Mapas Especiais de F. L. Güssefeld
Este mapa da costa da Holanda é obra do cartógrafo prussiano Franz Ludwig Güssefeld (1744-1807). Foi desenhadao com base nos cálculos do famoso matemático holandês Willebrord Snellius (1580-1626), um professor de matemática na Universidade de Leiden, que concebeu a ideia de medir a terra usando a triangulação. As descobertas de Snellius ajudaram a determinar o raio da Terra, bem como conduziu à formas mais precisas de medir a distância entre duas cidades.
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Brasil
Carta de Albert Einstein ao secretário-geral da Liga das Nações em Genebra
O documento mostrado aqui é uma carta curta e escrita à mão, datada do dia 25 de junho de 1924, de Albert Einstein para Sir Eric Drummond, secretário-geral da Liga das Nações, escrita na ocasião da reeleição de Einstein para o Comitê para a Cooperação Intelectual. O texto diz: “Venho, por meio desta, aceitar agradecidamente a renovação de minha eleição para o Comitê para a Cooperação Intelectual. À luz de meu comportamento passado, a eleição significa um ato de especial generosidade espiritual, o que em consequência me enche de alegria ...
Fornecido por
Biblioteca do Escritório das Nações Unidas em Genebra
Adesão da Alemanha à Liga das Nações. Carta de Gustav Stresemann
Em 1924, o ministro de relações exteriores recém-indicado da Alemanha, Gustav Stresemann, adotou uma nova política em relação à Liga das Nações, que os governos anteriores em Berlim haviam desdenhado como tendo sido criada pelos vencedores da Primeira Guerra Mundial para reprimir os alemães derrotados. Em dezembro de 1924, Stresemann expediu uma candidatura para que a Alemanha fosse admitida na Liga, mas com a condição de que ela também se tornasse membro do Conselho da Liga. Esta solicitação foi recusada, mas, no início de 1925, Stresemann fez uma segunda tentativa ...
Fornecido por
Biblioteca do Escritório das Nações Unidas em Genebra
Saída da Alemanha da Liga das Nações. Carta de Konstantin von Neurath
Em ouburo de 1933, nove meses após Adolf Hitler ser indicado chanceler da Alemanha, o governo alemão anunciou sua saída da Liga das Nações. A razão alegada foi a recusa das potências ocidentais em aquiescer às demandas da Alemanha por paridade militar. Com esta carta brusca, datada de 19 de outubro de 1933, o ministro das relações exteriores Konstantin Freiherr von Neurath informou ao secretário-geral da Liga das Nações, Joseph Avenol, da saída da Alemanha. A retirada alemã da organização internacional foi seguida de uma acumulação de poderio militar intensa ...
Fornecido por
Biblioteca do Escritório das Nações Unidas em Genebra
O incêndio no castelo real, em Estocolmo, 1697
Esta gravura mostra o incêndio de 1697 que destruiu o Tre Kronor, o castelo real dos séculos XVI e XVII que antes abrigava os monarcas reinantes da Suécia. À medida que a Suécia cresceu e se tornou uma grande potência, a dicotomia entre sua riqueza, poder e vínculos com a Europa e a espartana estrutura nórdica de madeira que abrigava seus regentes se tornou cada vez mais aparente. A situação nunca foi tão evidente quanto sob o reinado da Rainha Cristina (de 1632 a 1654), que acompanhou os desenvolvimentos do ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional da Suécia
Mapa de guerra do Egito, Palestina e Arábia
Este mapa militar em língua alemã, publicado em algum momento ao final do século XIX, representa o Egito, a Palestina e a Península Árabe. Ele também inclui partes do Sudão Anglo-Egípcio (atual Sudão), da Etiópia e da Eritreia. Ferrovias, rotas de caravanas, linhas de telégrafos, pirâmides, fortificações e ruínas são indicados por símbolos mostrados na legenda no canto inferior esquerdo. Os equivalentes em alemão de certos termos topográficos árabes são fornecidos. Um mapa sobreposto no canto superior direito exibe o Delta do Nilo e a Península do Sinai. O relevo ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Imagens de Meca
Bilder aus Mecca (Imagens de Meca), do orientalista holandês Christiaan Snouck Hurgronje (1857–1936), é um dos primeiros trabalhos de um não árabe a documentar Meca e o hajj em fotografias. Hurgronje estudou na Universidade de Leiden, onde obteve doutorado em línguas semíticas e literatura com uma dissertação sobre Meca e os rituais dos peregrinos e seu passado histórico. Tornou-se professor na escola de formação de Leiden para funcionários públicos das Índias Orientais Holandesas. De 1884 a 1885, ele tirou uma licença para ir até Jeddah e Meca a fim ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Sudeste da Europa e Mar Mediterrâneo
Este mapa do sudeste da Europa e do leste do Mediterrâneo foi feito no início da Segunda Guerra Mundial pela Fremde Heere Ost (Exércitos Estrangeiros do Leste), uma unidade do comitê geral do exército alemão responsável pela inteligência sobre a União Soviética, Escandinávia, certos países dos Bálcãs, a África e o Extremo Oriente. O mapa mostra as fronteiras entre países em púrpura forte e escuro. Também são mostrados os oleodutos, poços e outras fontes de água, além de rodovias, ferrovias e canais importantes. Muitos dos países desta região estavam envolvidos ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral do palco turco na guerra
Este mapa, publicado em Berlim em julho de 1916, mostra o palco turco na Primeira Guerra Mundial. Ele é baseado em um mapa de 1884 em francês das províncias asiáticas do Império Otomano, feito pelo geógrafo e cartógrafo alemão Heinrich Kiepert (1818 a 1899). O mapa contém notas adicionais em alemão e sua cobertura de ferrovias existentes e projetadas está atualizada para 1916. Os territórios otomanos, mostrados em rosa, incluem a atual Turquia, o Chipre, o Iraque, a Síria, o Líbano, Israel e a Jordânia, além da Arábia Saudita. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Diferentes imagens das principais cidades da Pérsia
Este mapa do gravurista e editor de Nuremberg Johann Baptist Homann (1663 a 1724) mostra 15 vistas aéreas de cidades da Pérsia (atual Irã), Afeganistão, Rússia setentrional, Turquia oriental e região do Cáucaso. Sob o retrato de cada cidade está um número ou legenda indicando os pontos mais importantes em cada cidade, incluindo os portões e muralhas da cidade, massas de água, palácios reais e mercados. As cidades representadas são (1) Astracã, na Rússia; (2) Derbent, no Daguestão, na Rússia; (3) Tíflis, na Geórgia; (4) Kars, na Turquia; (5) Erzurum ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Sudoeste da Ásia
Este mapa do Sudoeste da Ásia, datado de cerca de 1866, mostra as posses das potências europeias na região. O mapa se estende da Líbia, do Egito e do Sudão até a Mongólia ocidental, a China (Tibete) e Burma, ao leste. As linhas coloridas são usadas para indicar territórios controlados por Grã-Bretanha, França, Portugal e Império Otomano e para delinear o que o mapa chama de reino do imã do Omã. Os nomes de capitais provinciais estão sublinhados. Os territórios britânicos na Índia estão divididos em seis partes: Bengala, as ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: I
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: II
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: III
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: IV
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: V
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: VI
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: VII
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Mapa geral da Ásia Central: VIII
O General-Karte von Central-Asien (Mapa geral da Ásia Central) é um mapa grande e detalhado produzido em 1874 pelo Instituto Geográfico Militar de Viena. Este mapa está separado em 12 chapas, numeradas de I a XII; a 13ª chapa oferece uma visão geral e um guia numerado sobre como as peças se encaixam. O mapa cobre uma enorme extensão, limitada a noroeste pela região da Rússia ao norte do Mar Cáspio; a sudoeste pela atual Arábia Saudita e Omã; a nordeste pela Mongólia ocidental; a sudeste por Gujarate, Índia. O ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso