Filtrar Resultados:

Lugar

Período

Tópico

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Idioma

Instituição

1.373 resultados
O movimento cultural e nacional na Ucrânia nos séculos XVI e XVII
Mykhailo Hrushevs’kyi (1866–1934) foi professor de história e um líder político na Ucrânia, que serviu como presidente do Conselho Central Ucraniano na época da Revolução Russa de 1917. Esse trabalho, publicado em 1912, é dedicado ao movimento cultural e nacional da Ucrânia dos séculos XVI e XVII e à formação de uma consciência nacional ucraniana. Grande parte do livro lida com as relações entre a Ucrânia e a Polônia e seu efeito na formação de um estado ucraniano. O autor descreve um declínio da vida ortodoxa e secular ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Cultura ucraniana: Uma breve história da vida cultural do povo ucraniano
No verão de 1918, Ivan Ogienko (1882–1972), um cientista ucraniano e figura política, pública e eclesiástica, se tornou o fundador e o primeiro presidente da universidade estadual de Kam'ianets'-Podil's'kyi (subsequentemente renomeada em sua homenagem). Mais tarde, ele deu várias palestras sobre a cultura ucraniana na universidade, nas quais este livro é baseado. A Parte I relata a história da cultura até o século XVII. Ela descreve o território da Ucrânia, juntamente com a música, poemas épicos (Cossaco) e outros importantes trabalhos literários, o idioma e ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Mulheres hutsuls
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta imagem mostra um grupo de mulheres hutsuls com uma criança. Os hutsuls são um grupo étnico e cultural que ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Homens hutsuls
Esta imagem faz parte de um álbum, provavelmente publicado por volta de 1920, que contém 20 fotografias de cenas em Rutênia dos Cárpatos, uma região montanhosa, em que grande parte pertencia à Áustria-Hungria antes da Primeira Guerra Mundial, mas que se tornou parte do novo estado da Tchecoslováquia em 1919. Atualmente, a maior parte dela forma o Oblast da Transcarpátia na Ucrânia ocidental, com partes menores na Eslováquia e Polônia. Esta imagem mostra um grupo de homens hutsuls. Os Hutsuls são um grupo étnico e cultural que falam um dialeto ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Uma coletânea de canções do povo da Bucóvina
A Bucóvina é uma região no sudeste da Europa, que hoje se localiza parte na Ucrânia, parte na Romênia. Entre 1775 e 1918, ela foi governada pelo Império Austríaco. Ela foi anexada pela Romênia após a Primeira Guerra Mundial e, após a Segunda Guerra Mundial, dividida entre a União Soviética e a Romênia. Este livro é uma coletânea de letras de canções, reunidas na segunda metade do século XIX por Hryhoriĭ Kupchanko (1849 a 1902) jornalista, antropólogo e figura pública da Bucóvina, para o Departamento Sudoeste da Sociedade Geográfica Imperial ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
Uma coleção do Museu Arqueológico, usada nas aulas dos cursos avançados para mulheres em Kiev
Este livro contém um ensaio longo e oito ilustrações de roupas e acessórios decorativos usados por mulheres na Rússia antiga. As informações têm como base as escavações arqueológicas em kurgans ou túmulos, que continham objetos domésticos dos eslavos antigos. Os objetos retratados são do Museu Arqueológico em Kiev. Conforme indicado no título, o livro era usado no ensino dos cursos para mulheres em Kiev. Cursos avançados para mulheres foram abertos em Kiev e em várias outras cidades ucranianas em 1878, como parte de um movimento mais amplo no país para ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Parlamento da Ucrânia
O método supremo e a pura fonte sobre as regras da autenticação legal
Aḥmad ibn Yaḥyá al-Wansharīsī (1430 ou 1431–1508) foi jurista e acadêmico da escola Maliki de jurisprudência islâmica. Ele nasceu em Jabal Wansharīs, mas quando criança sua família se mudou para a cidade vizinha de Tilimcen, atualmente localizada na Argélia Ocidental onde estudou e, posteriormente, lecionou a lei Maliki. Sua relação com o governante de Tilimcen, o Sultão Muhammad IV da dinastia Banu Abd al-Wad teve complicações em circunstâncias não esclarecidas e, como consequência disso, ele fugiu para Fez, no Marrocos. Com a ajuda de seu ex-aluno Muhammad ibn al-Gardīs ...
Fornecido por
Biblioteca da Universidade Rei Abdul Aziz
Guia para a Grande Ferrovia Siberiana
A Ferrovia Trans-Siberiana, de  8.000 quilômetros, ligando Ekaterinburg, nos Montes Urais, ao porto de Vladivostok, no Pacífico, é a mais extensa ferrovia do mundo. A construção começou em 1891 e foi concluída em 1916. Por volta de 1900, grande parte da linha estava concluída e aberta ao tráfego. Nesse ano, o Ministério das Comunicações Russo lançou edições idênticas, em inglês e russo, deste guia ilustrado da ferrovia. Ele inclui uma história da Sibéria, um relato da construção e uma lista detalhada das províncias e cidades ao longo do percurso.
Fornecido por
Biblioteca Nacional da Rússia
Tratado sobre a guerra santa
A primeira imprensa persa no Irã foi estabelecida em 1816 em Tabriz, e o primeiro livro publicado pela imprensa foi Jihādīyyah (Tratado sobre a guerra santa), escrito por Abu al-Qasim ibn 'Isá Qa'im'maqam Farahani (entre 1779 e 1835, aproximadamente), o primeiro ministro da Pérsia na época. Durante o reinado do Rei Fath Ali Shah (1772–1834, reinou no período de 1797–1834), enquanto o governo Qajar estava ocupado com a administração da instabilidade no país, as potências coloniais europeias procuraram se estabelecer na região. Os britânicos competiram pela ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional e Arquivos da República Islâmica do Irã
História geral das coisas da Nova Espanha de Frei Bernardino de Sahagún: O Códice Florentino. Livro VIII: Reis e senhores
Historia general de las cosas de nueva España (História geral das coisas da Nova Espanha) é um trabalho enciclopédico sobre o povo e a cultura da região central do México compilado por Frei Bernardino de Sahagún (1499–1590), um missionário franciscano que chegou ao México em 1529, oito anos após o término da conquista espanhola por Hernan Cortés. Normalmente mencionado como o Códice Florentino, o manuscrito consiste de 12 livros dedicados a diferentes tópicos. O Livro VIII trata de reis e nobres, formas de governo, eleições de governantes e os ...
Fornecido por
Biblioteca Medicea Laurenziana, Florença
História geral das coisas da Nova Espanha de Frei Bernardino de Sahagún: O Códice Florentino. Livro IX: Os comerciantes
Historia general de las cosas de nueva España (História geral das coisas da Nova Espanha) é um trabalho enciclopédico sobre o povo e a cultura da região central do México compilado por Frei Bernardino de Sahagún (1499–1590), um missionário franciscano que chegou ao México em 1529, oito anos após o término da conquista espanhola por Hernan Cortés. Normalmente mencionado como o Códice Florentino, o manuscrito consiste de 12 livros dedicados a diferentes tópicos. O Livro IX trata de comerciantes, pessoas responsáveis por ouro, pedras preciosas e trabalhos com penas ...
Fornecido por
Biblioteca Medicea Laurenziana, Florença
História geral das coisas da Nova Espanha de Frei Bernardino de Sahagún: O Códice Florentino. Livro X: O povo, suas virtudes e vícios e outras nações
Historia general de las cosas de nueva España (História geral das coisas da Nova Espanha) é um trabalho enciclopédico sobre o povo e a cultura da região central do México compilado por Frei Bernardino de Sahagún (1499–1590), um missionário franciscano que chegou ao México em 1529, oito anos após o término da conquista espanhola por Hernan Cortés. Normalmente mencionado como o Códice Florentino, o manuscrito consiste de 12 livros dedicados a diferentes tópicos. O Livro X trata da sociedade asteca e abrange assuntos como as virtudes e vícios do ...
Fornecido por
Biblioteca Medicea Laurenziana, Florença
Sete partidas
Este manuscrito iluminado do Siete partidas (Sete partidas), em pergaminho e escrita gótica, é datado dos séculos XIII ao XV. O códice é importante por diversas razões. Ele foi escrito em um scriptorium (exceto a Partida I, que foi adicionada no século XV) e inclui as Partidas completas com sua ornamentação e informações bibliográficas que esclareceram suas origens. Este conjunto de leis, encomendado e iniciado por Afonso X e complementado por reformas posteriores, constitui o sistema jurídico mais amplamente conhecido que regeu a Espanha da Idade Média à era moderna ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional da Espanha
Monastério de ensino da Irmandade de Kiev: um ensaio histórico
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
Fornecido por
Biblioteca da Universidade Nacional Kyiv-Mohyla
Kiev com sua mais antiga escola, a Academia
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
Fornecido por
Biblioteca da Universidade Nacional Kyiv-Mohyla
História da Academia de Kiev
A Academia Kyiv-Mohyla teve sua origem em 1615, quando a aristocrata Galshka Gulevicheva doou terras e dinheiro para a construção da Escola do Monastério da Irmandade em Kiev. Quando o metropolitano de Kiev, Petro Mohyla (por volta de 1597–1647), chegou a Kiev e decidiu abrir uma escola em Kiev-Pechersk Lavra, a Escola do monastério da irmandade pediu que Mohyla não abrisse uma nova escola, mas utilizasse a instituição existente como base para uma nova academia. Mohyla concordou e, em 1632, a Escola do monastério da irmandade tornou-se a base ...
Fornecido por
Biblioteca da Universidade Nacional Kyiv-Mohyla
Circo dos Irmãos Cole
Esta imagem de 1935 apresenta uma cena de um típico circo americano de tamanho mediano do século XX. Uma multidão observa enquanto as carroças de bagagem do Circo dos Irmãos Cole são retiradas dos vagões de plataforma. Os vagões automotores trazem os nomes Clyde Beatty e Allen King, que eram dois dos mais notáveis treinadores de animais da época. Atrás dos vagões transportadores, estão os vagões de animais, que traziam os elefantes e cavalos de carga. Esta cena era repetida diariamente, de manhã e à noite, nas ferrovias das comunidades ...
Fornecido por
Museu Mundial do Circo
Tipos de bazar. Vendedor de cana de açúcar
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Tipos de bazar. Vendedor de ovelhas
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Tipos de bazar. Vendedor de feno
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Rituais de casamento dos judeus. Cerimônia de casamento
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso