Filtrar Resultados:

Lugar

Período

Tópico

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Idioma

Instituição

48 resultados
Carro alegórico de circo
Esta fotografia mostra um elaborado carro alegórico para espetáculos no "quintal" do Circo dos Irmãos Ringling e Barnum & Bailey em setembro de 1922. O espetáculo frequentemente abria o show e era um desfile que corria na pista do hipódromo dentro da lona do circo, trazendo tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar. Remontando aos primeiros circos dos Estados Unidos, este tipo de espetáculo era uma performance extravagante de contos históricos ou literários para entreter e edificar o público. A fotografia foi tirada por Charles Clarke (1878 ...
Fornecido por
Coleções Especiais da Universidade do Estado de Illinois, Biblioteca Milner
Desfile gratuito de rua do Circo Sells-Floto
Esta colorida litografia anuncia o acontecimento do desfile de rua do Circo Sells-Floto, promovendo a venda de bilhetes para os residentes locais para os dois shows diários. O trabalho artístico captura a grandiosidade dos desfiles dos circos americanos nos anos 1920. O desfile é liderado por um cavaleiro usando uma fantasia do século XVIII e levando uma bandeira do circo. Atrás dele, um grupo de cavaleiros, elefantes vestidos nas fantasias usadas em grandes números produzidos para os espetáculos, uma banda e diversas carroças do circo. Vários dos elefantes e carroças ...
Fornecido por
Museu Mundial do Circo
Passatempos dos povos da Ásia Central. Dois atores com rostos pintados e barbas artificiais jogando um jogo de tabuleiro
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Passatempos dos povos da Ásia Central. Três homens, incluindo dois Maskhara-bāzūs, ou animadores, com rostos pintados e barbas artificiais
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Passatempos dos povos da Ásia Central. Dois Maskhara-bāzūs, ou animadores mascarando-se como hindus
Esta fotografia faz parte da seção etnográfica do Álbum do Turquestão, um abrangente levantamento visual da Ásia Central realizado após a Rússia imperial assumir controle da região na década de 1860. Encomendado pelo General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818 a 1882), o primeiro governador-geral do Turquestão Russo, o álbum está dividido em quatro partes, totalizando seis volumes: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnográfica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O principal compilador foi o orientalista russo Aleksandr L. Kun, que foi auxiliado por ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Encerramento do espetáculo - Os bons e velhos tempos
No circo americano, o espetáculo era como um desfile que ocorria em volta da pista do hipódromo dentro da grande lona, ou tenda do circo, e trazia tantos artistas e animais quanto o diretor do circo conseguisse fantasiar. Remontando aos primeiros circos dos Estados Unidos, este tipo de espetáculo era uma performance extravagante de contos históricos ou literários para entreter e edificar o público. As fantasias criadas para os espetáculos normalmente eram exóticas e representavam culturas de toda parte do globo. As fantasias também podiam ser excêntricas, transformando a realidade ...
Fornecido por
Museu de Arte John e Mable Ringling
Grupo teatral, Kandahar
Esta fotografia de um grupo teatral pertence a um álbum de fotografias históricas raras que retrata pessoas e lugares associados à Segunda Guerra Anglo-Afegã. Os membros do grupo vestem vários trajes cômicos. Um homem na extremidade esquerda do retrato está interpretando uma mãe que segura uma “criança” de aparência muito pouco saudável. Outros soldados estão vestidos como membros de tribos afegãs, sikhs, mendigos, bobos e, um deles, de vendedor de “torta quente de camelo”. A Segunda Guerra Anglo-Afegã começou em novembro de 1878, quando a Grã-Bretanha, temendo o que era ...
Fornecido por
Biblioteca do Congresso
Teatro de Ópera Francês, temporada de 1895 a 1896
Fundada em Montreal em 1893, a trupe profissional do Théâtre de l'Opéra Français (Teatro de Ópera Francês) se mudou para o Théâtre Français (Teatro Francês), um auditório renovado e com energia elétrica, após um ano de atividades. A nova casa de espetáculos se localizava na esquina entre a Rua Sainte-Catherine e a Rua Saint-Dominique. Em um contexto no qual o Quebec ainda contava com muito poucos artistas profissionais locais, e em que o repertório teatral e musical era principalmente anglófono, as comédias, dramas e operetas do Théâtre de l ...
Fornecido por
Biblioteca e Arquivos Nacionais do Quebec
Palhaço Emmett Kelly, do circo Ringling, em Sarasota, Flórida
Emmett Kelly (de 1898 a 1979), na imagem, representou a melancolia do palhaço-vagabundo Weary Willie para o circo Ringling Bros. and Barnum & Bailey por mais de uma década. Sua atuação foi diferente da retratada do típico palhaço jovial e tornou Weary Willie um dos componentes mais memoráveis ​​do show dos Ringling Brothers. Os Ringling Brothers criaram o show de origens humildes em Baraboo, Wisconsin, para mais tarde ser o maior e mais conhecido circo americano. Começaram a ascensão no ramo de shows em 1884, quando se juntaram ao circo Yankee Robinson. No ano seguinte, os Ringlings compraram o Yankee Robinson e se tornaram os únicos proprietários do show móvel. Não demorou muito e adquiriram espetáculos circenses menores e buscaram os melhores artistas do mundo. Em 1919, eles uniram seus dois maiores empreendimentos – Ringling Brothers e Barnum &Bailey – em um único circo, o “Maior Espetáculo da Terra”. Em 1927, o circo mudou seus alojamentos de inverno de Bridgeport, em Connecticut, para Sarasota, na Flórida. Os membros da família Ringling passavam o inverno em Sarasota desde 1911. Esta fotografia, tirada em 1947, é de Joseph Janney Steinmetz, um fotógrafo comercial mundialmente conhecido cujas já foram publicadas em revistas como Saturday Evening Post, Life, Look, Time, Holiday, Collier’s, e Town & Country. Seu trabalho é visto como “uma história social dos EUA”, que documentou diversas cenas da vida americana. Em 1941, Steinmetz se mudou da Filadélfia para Sarasota.
Fornecido por
Biblioteca e Arquivo do Estado da Flórida
Atores do teatro chinês fantasiados. Pequim, 1874
Entre 1874 e 1875, o governo russo enviou uma missão de pesquisa e comércio à China para buscar novas rotas terrestres para o mercado chinês, relatar as probabilidades de um aumento no comércio e de locais para consulados e fábricas, além de obter informações sobre a Revolta Dungan que, naquela época, assolava partes da China Ocidental. Liderada pelo tenente-coronel Iulian A. Sosnovskii, do Estado-Maior do Exército, a missão com nove homens incluía um topógrafo, o capitão Matusovskii; um oficial científico, o doutor Pavel Iakovlevich Piasetskii; intérpretes chineses e russos; três ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Brasil
Atores do teatro chinês fantasiados. Pequim, 1874
Entre 1874 e 1875, o governo russo enviou uma missão de pesquisa e comércio à China para buscar novas rotas terrestres para o mercado chinês, relatar as probabilidades de um aumento no comércio e de locais para consulados e fábricas, além de obter informações sobre a Revolta Dungan que, naquela época, assolava partes da China Ocidental. Liderada pelo tenente-coronel Iulian A. Sosnovskii, do Estado-Maior do Exército, a missão com nove homens incluía um topógrafo, o capitão Matusovskii; um oficial científico, o doutor Pavel Iakovlevich Piasetskii; intérpretes chineses e russos; três ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Brasil
Dois atores do teatro chinês representando uma cena na qual o imperador usa um traje da dinastia Han, com uma figura do soberado celestial sobre ele. Pequim, 1874
Entre 1874 e 1875, o governo russo enviou uma missão de pesquisa e comércio à China para buscar novas rotas terrestres para o mercado chinês, relatar as probabilidades de um aumento no comércio e de locais para consulados e fábricas, além de obter informações sobre a Revolta Dungan que, naquela época, assolava partes da China Ocidental. Liderada pelo tenente-coronel Iulian A. Sosnovskii, do Estado-Maior do Exército, a missão com nove homens incluía um topógrafo, o capitão Matusovskii; um oficial científico, o doutor Pavel Iakovlevich Piasetskii; intérpretes chineses e russos; três ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Brasil
Congado dos Negros na Serra Antiga
A Coleção Thereza Christina Maria é composta por 21.742 fotografias, reunidas pelo Imperador Pedro II ao longo de sua vida e por ele doadas à Biblioteca Nacional do Brasil. A coleção inclui uma grande variedade de assuntos. Documenta as conquistas do Brasil e do povo brasileiro no século XIX, e também inclui muitas fotografias da Europa, África e da América do Norte. . Em 1868, o fotógrafo Augusto Riedel acompanhou Luis Augusto, Duque de Saxe, genro do Imperador Pedro II, em uma expedição ao interior do Brasil. Durante uma visita ...
Fornecido por
Biblioteca Nacional do Brasil
Dancing Zamba, Argentina
Esta fotografia mostra um casal em trajes tradicionais dançando a zamba, um dos estilos de dança mais popular da Argentina. A dança originou-se no Peru, do gênero crioulo conhecido como a zamacueca, que foi adotada no Chile como o cueca. A zamba é uma dança lenta, em três quartos de tempo, tocada principalmente no violão e no bombo legüero (tambor indígena argentino, de som baixo). A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo, da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45.000 fotografias ilustrativas da vida e ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Bebida Gaúcha "Mate"
Esta fotografia mostra um gaúcho, em traje tradicional, despejando água quente de uma chaleira para fazer mate, uma bebida tradicional comum na Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, que é feita da erva mate, planta nativa da América do Sul subtropical. Ao fundo, uma estrutura no formato de uma tenda. Gaúcho é um termo usado para se referir aos decendentes dos primeiros colonizadores espanhóis que, tradicionalmente, levavam uma vida semi-nômade nos pampas da América do Sul. A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo, da Organização dos Estados Americanos ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Dançando
Esta fotografia mostra dançarinos do sexo masculino e feminino em trajes folclóricos dançando ao redor de um mastro enfeitado. A dança do mastro enfeitado é uma forma de dança folclórica, trazida para o Caribe pelos Ingleses, na qual os participantes dançam em círculos, cada um segurando uma fita colorida anexada a um poste. As fitas são entrelaçadas e entrançadas quer no poste em si ou em um entrelaçamento em torno do poste. Os dançarinos então podiam rever seus passos a fim de desmaranhar as fitas. A fotografia é da coleção ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Festival em Oruro (Bolívia)
Esta fotografia mostra um grupo de dançarinos em trajes especiais numa banda no Carnaval de Oruro na Bolivia. O carnaval, que acontece todo ano, dura dez dias e exibe exemplares de arte popular tais como máscaras, tecidos e bordados. O principal acontecimento é a procissão ou entrada, na qual os dançarinos percorrem a rota da procissão de quatro quilômetros por um total de 20 horas sem interrupção. Em 2001, a UNESCO declarou o Carnaval de Oruro como obra-prima do Patrimônio Histórico Oral e Imaterial da Humanidade. A fotografia é da ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Filha de Omolú do Candomblé na Bahia (Brasil)
Esta fotografia do Brasil mostra uma mulher dançando e vestindo trajes elaborados feitos de grama e conchas, com parte do mesmo cobrindo-lhe o rosto, e segurando uma vassoura, cuja alça também é decorada com conchas e grama. A dança e o traje estão relacionados ao candomblé, uma religião baseada em tradições africanas, com elementos emprestados da religião cristã, que é praticada principalmente no Brasil. A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo, da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45.000 fotografias ilustrativas da vida e da ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
A Dia de Festa de San José, Costa Rica
Esta fotografia mostra um desfile religoso em San Jose, na Costa Rica, apresentando jovens meninas, folheadas em branco e cruzados, algumas com asas, todas bem acima da multidão. A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45,000 fotografias ilustrativas da vida e da cultura nas Américas. Muitas das fotografias foram tiradas por importantes fotógrafos em missões aos países membros da OEA. A OEA foi fundada em Abril de 1948 por 21 nações do hemisfério ocidental, que adotaram um estatuto ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Tambores do Conga no Tempo do Carnaval
Esta fotograifia de Cuba mostra um grupo de homens adivinhadores em trajes tradicionais e com grandes sombreros (chapeus),  com vários tipos de tambores e outros instrumentos musicais, numa linha Conga. A conga é uma dança que se originou em Cuba, e na qual os participantes fazem uma linha sinuosa, tomam três passos para a frente ou para trás e, em seguida, chutam. A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo, da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45,000 fotografias ilustrativas da vida e da cultura nas ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos
Dançarinos do Conga
Esta fotografia mostra dançarinos e tocadores de tambor cubanos similarmente adornados em trajes compostos por calças em forma de balão, casacos longos, e lenços para cabeça feitos do mesmo tecido brilhante, movendo-se numa longa linha conga. A conga é uma dança que se originou em Cuba, e na qual os participantes fazem uma linha sinuosa, tomam três passos para a frente ou para trás e, em seguida, chutam. A fotografia é da coleção da Biblioteca Comemorativa de Colombo da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45,000 fotografias ilustrativas ...
Fornecido por
Biblioteca do Memorial de Colombo, Organização dos Estados Americanos