Região do Mar Mediterrâneo 1569

Descrição

Esta carta portulana criada pelo proeminente cartógrafo e gravador italiano Paolo Forlani é a primeira carta marítima gravada e impressa em placa de cobre. Forlani nasceu em Verona, mas prosperou em Veneza, em 1560-74. A maioria de seus mapas apareceu sob o selo de outras editoras, incluindo Giovanni Francesco Camocio, Ferrando Bertelli, e Bolognini Zaltieri, em Veneza, e Claudio Duchetti, em Roma. Todos membros da escola Lafreri de cartografia, cujas placas de impressão seguiram sendo utilizadas até mais tarde no século XVII. Nominalmente, um mapa da região do Mar Mediterrâneo, extende-se para oeste até a Irlanda e para o norte até a Rússia e o Mar Negro (denominado Mare Maggiore). A palavra portolan é derivada de portolano, significando “relativo aos portos e docas.” As cartas portulanas eram, em geral, simples contornos utilizados na navegação costeira, com pouca exbição, caso alguma, de características internas. As linhas retas que se cruzam na carta representam as 32 direções, ou títulos, do compasso de um marinheiro a partir de um determinado ponto. Nomes de lugares costeiros são escritos do lado terrestre da costa, de modo a não obscurecer possíveis perigos marítimos. As áreas de controle político são indicadas por cores diversas ao longo da costa e, em alguns casos, pelo sombreamento do interior.

Última Atualização: 17 de outubro de 2011