Monumento de Catarina II, São Petersburgo, Rússia

Descrição

Esta impressão fotocrômica do monumento de Catarina II, em São Petersburgo, é parte de "Vistas da Arquitetura e de Outros Locais, Principalmente na Polônia, Rússia e Ucrânia", do catálogo da Detroit Publishing Company (1905). A Imperatriz Catarina II, também conhecida como Catarina, a Grande, governou a Rússia de 1762 a 1796. Ela era muito admirada, particularmente pela nobreza russa, que se beneficiou das reformas que ela instituiu. O monumento, erguido em 1873, fica em uma praça logo após a rua principal de São Petersburgo, a Nevsky Prospekt. Foi projetado por Mikhail Osipovich Mikeshin (1835-1896) e Alexander Mikhailovich Opekushin (1838-1923). Conforme descrito em Rússia com Teerã, Port Arthur e Pequim (1914), de Baedeker, "uma base de granito avermelhado sustenta um pedestal em forma de sino, que serve de apoio à uma figura da Imperatriz, de 4 metros de altura, vestida com um manto de arminho e segurando o cetro imperial na mão direita e a grinalda na mão esquerda. Ao redor do pedestal estão nove figuras de bronze colossais, de célebres contemporâneos da Imperatriz". Estes "célebres contemporâneos" incluem o General Alexander Suvorov, o político Príncipe Potiomkin, Ekaterina Dashkova, a primeira mulher a presidir a Academia Russa de Ciências, e o célebre poeta Gavrila Derzhavin.

Data do Assunto

Informação da Publicação

Detroit Publishing Company, Detroit, Michigan

Título no Idioma Original

Monument of Catherine II, St. Petersburg, Russia

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotomecânica : fotocromo, cor

Observações

  • A Companhia Fotográfica de Detroit foi lançada como uma editora de fotografia na década de 1890 pelo empresário e editor de Detroit William A. Livingstone, Jr., e pelo fotógrafo e editor de fotografia Edwin H. Husher. Eles obtiveram o direito exclusivo de usar o "Fotochromo", o processo suíço de conversão de fotografias em preto-e-branco em imagens coloridas, e imprimi-las por fotolitografia. Este processo inovador foi aplicado na produção em massa de cartões postais coloridos, gravuras e álbuns para venda ao mercado americano. A empresa tornou-se a Detroit Publishing Company em 1905.

Última Atualização: 14 de julho de 2014